Portal G1

G1 > Minas Gerais Últimas notícias de Belo Horizonte e todo o estado de MG. Informações de trânsito, previsão do tempo, agenda cultural, telejornais e coberturas especiais da Globo Minas.

  • De xícaras a ônibus: objetos incontáveis compõem acervo do Jeca Tatu, em Itabirito
    on 21 de julho de 2018 at 11:12

    Localizado às margens da BR-356, museu existe há 16 anos e expõe milhares de objetos que nem o proprietário sabe quantos são. O visitante ainda pode saborear o famoso pastel de angu. Vemaguet ano 1976 é uma das vedetes do Jeca Tatu Alex Araújo/G1 Imagine um museu em que o proprietário não sabe o tamanho do acervo e que o local ostenta, por exemplo, lagos, fonte dos desejos, tenda de circo, sala de cinema, galeria de arte, estátuas – uma de Jesus Cristo e a outra de uma índia –, uma Vemaguet 1976 e até uma réplica do quadro de Monalisa. Esse lugar existe e se chama Jeca Tatu Museu e Arte, em Itabirito, na Região Central de Minas Gerais. Fundado há 16 anos por Leonardo Ruggio, de 60, o local funciona em um terreno de 5 mil metros quadrados às margens da BR-356 e tem de tudo um pouco. “Não tem como dimensionar porque há objetos doados, comprados, trocados, achados no lixão e na rua”, explicou. De quebra, o visitante ainda pode comer o famoso pastel de angu, especialidade da cidade. Fonte dos desejos é rodeada por máquina de escrever, penico e vinis Alex Araújo/G1 Geladeiras, máquinas de datilografar, discos de vinil, jogos de chá, pianos, aparelhos de telefone com fio, secadores de cabelo com pé e videogames da década de 1980 encantam os visitantes e, principalmente, aos que ainda não haviam nascido naquela época. Foi o caso do estudante Rafael Angioletti Peixoto, de 18 anos, que se impressionou com as máquinas analógicas de fotografar e com as geladeiras. “As máquinas de escrever eu já conhecia, mas as câmeras fotográficas analógicas eu ainda não tinha visto. O legal aqui é que tem de tudo”, elogiou o jovem que mora em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Rafael Angioletti Peixoto ficou fã das geladeiras do museu Alex Araújo/G1 Para os mais experientes, a visita ao museu não é menos surpreendente. O bombeiro militar Alcino Rocha, de 39 anos, estava acompanhado da mulher, Patrícia Dantas da Rocha, de 36, do cunhado e de duas crianças. Era a segunda vez que Rocha estava no Jeca Tatu e trazia um parente que mora no exterior para conhecer o museu. “Os objetos antigos nos remetem ao passado e nos trazem boas lembranças. Mostrar um videogame e uma máquina de costura a uma criança, por exemplo, é um aprendizado a mais”, definiu Rocha, que mora na capital mineira. Patrícia e Alcino Rocha aproveitaram parte do dia no museu Alex Araújo/G1 E para quem gosta de animais, galinhas-d’angola, galo e gansos podem ser vistos se refestelando em um lago com água cristalina, vinda de uma mina. E não se assuste se, durante a visita, você der de cara com um peru. “Glu, glu, glu, abram alas pro peru”. Com relação ao que há de mais antigo no museu, Leonardo Ruggio disse que não tem como definir porque o que é velho para um visitante pode não ser para outro mais vivido. E de repente... um peru Alex Araújo/G1 Mas quando o assunto é o objeto do coração, ele não titubeia e disse que são os ônibus escolares norte-americanos. Ao todo são cinco espalhados pela área do museu. Ruggio falou que nos anos 89 e 90 eles foram sucateados e por meio de um intercâmbio vieram parar no Brasil, onde foram comprados. Dois deles foram adquiridos em Carbonita, na Região do Vale do Jequitinhonha, e em Contagem, na Grande BH. Ônibus escolar sedia uma biblioteca pública Alex Araújo/G1 Dois veículos sediam obras de arte de artistas da cidade: telas pintadas de Atacir Costa e luminárias feitas com sucatas pelo inventor Milton Soares, conhecido popularmente como Mestre. “O Jeca Tatu representa a cara do nosso Brasil”, definiu Ruggio. E representatividade é o que não falta no Jeca Tatu. Ruggio contou que a estátua da índia Arêde, com 11 metros de altura, feita por Roberto Rangel e que está em frente ao museu, “no passado foi a mãe de todos na região”. De braços abertos, Cristo recebe visitantes no Museu Jeca Tatu Alex Araújo/G1 Já o Cristo, um pouco menor, com seis metros, está sobre um monte ao lado do Jeca Tatu com os dizeres “A união dos povos”. Com recursos próprios, Ruggio disse que não tem apoio da prefeitura e que o museu se mantém pela visitação do público. Segundo ele, por iniciativa de um amigo, leva crianças em uma jardineira para passearem no Jeca Tatu. Em tempo, o batismo do local homenageia o personagem criado pelo escritor brasileiro Monteiro Lobato. Lambreta divide espaço com televisores de tubo Alex Araújo/G1 Serviço Jeca Tatu Museu e Arte BR-356, km 450, Itabirito – Minas Gerais Horário de funcionamento: das 9h às 18h, todos os dias Entrada: R$ 2 Mesa com jogos de chá mostra requinte do passado Alex Araújo/G1 Bicicleta 'flutuante' dá boas-vindas ao Cine Arte Jeca Tatu Alex Araújo/G1 Ônibus virou galeria de arte Alex Araújo/G1 Quem é acostumado em ser acordado pelo celular, não conhece o poder dos despertadores Alex Araújo/G1 E tem palhaçada? Tem sim, senhor! Alex Araújo/G1 Galeria que expõe luminárias feitas de sucatas é dentro de ônibus Alex Araújo/G1 Centenas de vinis enfeitam o teto do Jeca Tatu Alex Araújo/G1 Não é preciso ir a Paris para ver Monalisa Alex Araújo/G1 Para que mesmo servem as máquinas de escrever? Alex Araújo/G1 Um toque de classe Alex Araújo/G1 Nas ondas do rádio Alex Araújo/G1 Gansos e galinhas-d'angola aproveitam no lago do Museu Jeca Tatu Alex Araújo/G1 […]

  • Motorista pediu para atuar em resgate de usuário de drogas que o matou a facadas, diz diretor da clínica
    on 20 de julho de 2018 at 23:24

    Anderson Luiz Penteado diz que vítima usaria comissão em tratamento dentário de um dos 3 filhos. Igor Câmara, de 28 anos, foi atacado por rapaz que era levado de Uberlândia a Ribeirão Preto. Polícia procura o homem que matou um motorista de Ribeirão Preto O motorista Igor Pontes Câmara, de 28 anos, pediu à direção da clínica onde trabalhava para ser escalado no resgate do usuário de drogas suspeito de matá-lo a facadas nesta sexta-feira (20). A afirmação é do diretor terapêutico da unidade, Anderson Luiz Buffoni Penteado, destacando que Igor planejava usar a comissão que receberia no tratamento dentário de um dos três filhos. Anderson contou que o motorista já havia sido paciente da unidade e estava recuperado. Por isso, atuava no resgate de outros pacientes. “O que chama a atenção é que o Igor estava em um momento legal da recuperação dele, e ele pediu para a minha esposa deixá-lo ir como motorista, porque ganharia um honorário e poderia tratar o dente da filha. Não era só um colaborador, mas um amigo”, afirmou. Igor foi esfaqueado dentro do carro, quando seguia de Uberlândia (MG) – onde o dependente estava – para Ribeirão Preto (SP) – onde fica a clínica. Segundo o diretor terapêutico, foi o próprio suspeito, Tiago Tonelli, quem ligou na unidade e pediu para ser internado. Igor Moreira Pontes Câmara tinha viajado até Uberlândia, MG, para transportar paciente até clínica em Ribeirão Preto, SP Reprodução/Facebook Tiago foi buscado em um hotel e, na saída do município mineiro, pediu a Igor que parasse o carro, pois havia desistido da internação. Nesse momento, enquanto um auxiliar, que também estava no veículo, fazia uma ligação, Tiago esfaqueou o motorista. “O Igor parou, saiu do volante e ficou com os braços encostado no carro. Enquanto isso, o Juliano estava ligando, avisando o pai, que o Tiago não iria mais. Ele então deu duas punhaladas no Igor, que atingiram o pulmão e o coração”, contou o diretor da clínica. Tiago fugiu correndo por um matagal, levando consigo a faca usada no crime. O auxiliar assumiu a direção e saiu à procura de uma unidade médica. No caminho, ele abordou uma ambulância que levou Igor até uma Unidade de Atendimento Integrado (UAI). Igor foi socorrido ainda com sinais vitais, mas em estado grave. Em seguida, sofreu uma parada cardiorrespiratória e não resistiu. O corpo dele foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) e será enterrado neste sábado (21) em Ribeirão Preto (SP). Penteado afirma que apenas duas pessoas participavam da operação, por se tratar de uma internação voluntária. O diretor da clínica destaca ainda que Tiago havia consumido crack por cinco dias consecutivos e poderia estar em surto. “Ele matou o pai de três crianças, uma pessoa que estava no auge da recuperação, mas ele estava sob o efeito de drogas. Isso deixa o alerta para as pessoas que têm parentes dentro de casa, no crack, que o resultado é sempre um ato de insanidade, como aconteceu”, finaliza. Usuário de drogas suspeito de matar motorista estava sendo levado para clínica em Ribeirão Preto Sérgio Oliveira/EPTV Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão e Franca […]

  • Advogado pede afastamento de delegado de inquérito em que Eduardo Costa é investigado
    on 20 de julho de 2018 at 22:17

    Casal diz que comprou casa de sertanejo sem saber que imóvel era alvo de ações na Justiça. Cantor diz que compradores tinham conhecimento dos processos e nega que tenha agido de má-fé. Eduardo Costa prestou depoimento em Belo Horizonte nesta quarta-feira (18) Raquel Freitas/G1 O advogado do casal que comprou uma casa do sertanejo Eduardo Costa disse que pediu, nesta sexta-feira (20), ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) o afastamento do delegado responsável pelo inquérito em que o cantor é investigado por estelionato. Na petição, Arnaldo Soares Alves citou, entre outros argumentos, que policial teria tornado o inquérito, que está sob sigilo, público nesta quarta-feira (18), quando o músico prestou depoimento. O imóvel fica em Capitólio (MG) e atualmente funciona como resort. Por ter sido construída às margens da represa de Furnas, em área de preservação permanente, a casa é objeto de ações judiciais movidas pelo Ministério Público Federal (MPF) e por Furnas Centrais Elétricas e pode ter parte demolida. O casal alega não ter sido alertado da situação. Já o cantor diz que os compradores tinham conhecimento dos processos e nega que tenha agido de má-fé. Procurados, a Polícia Civil e o delegado Vinícius Dias informaram que, ao contrário do afirmado pelo advogado, as investigações continuam tramitando em sigilo. Dias afirmou que não deu nem dará detalhes sobre as investigações, que são conduzidas com imparcialidade. Segundo o advogado, o pedido de afastamento foi apresentado a uma promotora da 12ª Promotoria de Justiça, nesta tarde, em Belo Horizonte. O MPMG confirmou que eles se reuniram, mas não informou detalhes do que foi tratado. Advogado Arnaldo Soares Alves Arnaldo Soares Alves/Acervo pessoal O advogado ainda sustenta que o delegado teria agido com parcialidade. Ele disse que o fato de o delegado ter ficado ao lado do cantor durante entrevista aos jornalistas na delegacia e, em certos momentos, fazendo sinais de positivo com a cabeça “pegou muito mal”. De acordo com Dias, a decisão de conceder entrevista partiu do próprio cantor. Alves afirmou que também protocolou junto à Polícia Civil outro documento, em que pede que o delegado “se dê por suspeito para prosseguir com as investigações deste Inquérito, haja vista, a receptividade/acolhida/amparo”. Por meio da assessoria, o cantor Eduardo Costa informou que esteve Departamento Estadual de Investigação de Fraudes, em Belo Horizonte, de forma voluntária e espontânea para prestar depoimento. "Eduardo Costa confia na justiça e nas autoridades. Está convicto de que os fatos já estão esclarecidos. Por fim, informa que tomará as medidas judiciais cíveis e criminais cabíveis em relação às mentiras lançadas de forma irresponsável", afirmou a assessoria em nota. Casa funciona como resort e tem piscina com vista para o Lago de Furnas Reprodução/Facebook Por ter sido contruído em área de preservação, imóvel pode ser demolido Facebook/Reprodução Suítes de resort levam nome de músicas do cantor Facebook/Reprodução […]

  • Ônibus é incendiado no Anel Rodoviário, em Belo Horizonte
    on 20 de julho de 2018 at 21:53

    Este é o quinto ataque a coletivos na capital e região metropolitana desde 9 de julho. Coletivo da linha 8350 é incendiado no Anel Rodoviário, em Belo Horizonte. Corpo de Bombeiros de Mg/Divulgação Um ônibus foi incendiado no Anel Rodoviário, na altura do bairro São Francisco, na Região da Pampulha, em Belo Horizonte, no final da tarde desta sexta-feira (20). A via é uma das mais importantes da cidade. De acordo com a Polícia Militar (PM), bandidos armados obrigaram o motorista da linha 8350 (Estação São Gabriel/Estação Barreiro) a parar. Todos desceram do coletivo que foi incendiado em seguida. Até a conclusão desta reportagem ninguém havia sido preso. O trânsito estava lento no sentido Vitória por volta das 19h. O trânsito em uma das marginais chegou ser bloqueado. Já são cinco ataques a coletivos na capital e região metropolitana desde o dia 9 de julho. Histórico No dia 16 de julho, homens atearam fogo em um ônibus da linha 5610 em Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. No dia 15 de julho, um coletivo da linha 7770 foi incendiado em Betim, também na Grande BH. De acordo com a Polícia Militar (PM), o veículo foi parado por três homens sendo que um deles estava armado. Eles obrigaram o motorista e os oito passageiros a descer. Depois, o trio espalhou combustível no veículo e ateou fogo. No dia 14 de julho, um ônibus da linha 5805 (Caieiras/Estação Morro Alto) foi incendiado na MG-010, em Vespasiano. De acordo com a Polícia Militar (PM), homens obrigaram o motorista e passageiros a desembarcarem do veículo. Um bilhete foi deixado com o motorista. Nele, os bandidos denunciam maus tratos na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. No dia 9 de julho, um coletivo da linha 635 (Estação Vilarinho/Jardim dos Comerciários) foi incendiado no bairro Jardim dos Comerciários, na Região de Venda Nova, em Belo Horizonte. […]

  • Prefeitura de Araguari divulga classificados no processo seletivo de médicos
    on 20 de julho de 2018 at 21:21

    Algumas especialidades não tiveram inscritos. Os convocados devem comparecer em até 30 dias. A Prefeitura de Araguari divulgou nesta sexta-feira (20) a lista de classificados no Processo Seletivo Simplificado para contratação de médicos, do edital 003/2018. Segundo a Administração, das especialidades oferecidas, algumas não tiveram inscritos para as provas, por isso não houve classificados. São elas: angiologia, mastologia, neurologia e medicina do trabalho. As provas ocorreram no 7 de julho para os cargos de gastroenterologista, ginecologista/obstetra, pediatra e psiquiatra. A Comissão Organizadora publicou a lista de classificados na edição nº 772 do Correio Oficial do Município de 20 de julho de 2018. De acordo com a secretária de Administração, Thereza Christina Griep, os médicos que ocupavam as especialidades oferecidas pediram exoneração dos cargos e, assim que os profissionais forem empossados, espera restabelecer o atendimento da área da saúde na integralidade. “A convocação dos médicos é de suma importância, pois algumas dessas especialidades estão desguarnecidas. Estamos empossando os aprovados na medida em que a Administração necessita. Primeiramente serão os cargos necessários para ter o atendimento na sua totalidade. Vamos continuar trabalhando para empossar todos de acordo com a necessidade” explicou a secretária. Nomeação Para dar início ao processo de nomeação e posse, os convocados deverão comparecer à Secretaria Municipal de Administração, na Rua Virgilio de Melo Franco, nº 550, no Centro, nos dias 23, 24 e 25 de julho, das 12h às 17h. O prazo máximo para o convocado comparecer é de 30 dias, após esse período o mesmo será eliminado do concurso. Os aprovados deverão se apresentar a seguinte documentação: Cópia legível da Cédula de Identidade – RG Cópia Cadastro de Pessoa Física – CPF; Cópia legível do Título de Eleitor; Cópia dos Comprovantes de votação nas 2 (duas) últimas eleições; Cópia legivel da CTPS - Carteira de Trabalho e Previdência Social – FRENTE E VERSO da foto; Cópia legivel da Inscrição no PIS/PASEP; Cópia Certificado de Reservista ou Dispensa da Incorporação (quando do sexo masculino) Cópia do Comprovante de Residência atualizado e com o número do telefone fixo e celular; Cópia da Certidão de Nascimento ou Casamento; Cópia dos Comprovantes de escolaridade requerida para o cargo; Declaração Negativa de Acumulação de Emprego Público autenticada em Cartório; Atestado de antecedentes criminais – Fórum e Juizado Especial; 02 fotos 3x4 recente; Se houver filhos: cópia Certidão de Nascimento dos filhos; cópia Caderneta de Vacinação dos filhos menores de 14 anos; comprovante de escolaridade dos filhos menores de 14 anos Para verificar a lista de convocados, o candidato pode acessar o Correio Oficial do Município, através do site http://www.araguari.mg.gov.br/correio. […]

  • 'Estamos chocados', diz diretor sobre morte de motorista de clínica esfaqueado por usuário de drogas
    on 20 de julho de 2018 at 17:52

    Homem de 28 anos foi atacado por rapaz que era levado de Uberlândia, MG, para clínica de reabilitação em Ribeirão Preto, SP. Suspeito viciado em crack pediu para ser internado, afirma dono. Igor Moreira Pontes Câmara tinha viajado até Uberlândia, MG, para transportar paciente até clínica em Ribeirão Preto, SP Reprodução/Facebook O diretor terapêutico da Fundação Penteado, clínica onde trabalhava o motorista Igor Moreira Pontes Câmara, morto ao ser atacado por um usuário de drogas transportado para ser internado, ainda tenta entender o que motivou o crime. Anderson Luiz Buffoni Penteado trabalha há 20 anos na reabilitação de pacientes e diz que jamais viu algo parecido acontecer. “Estamos chocados. Eu nunca vi isso de uma pessoa pedir a internação e fazer isso”, afirma. Câmara foi esfaqueado pelo rapaz enquanto seguia em um carro de Uberlândia (MG) para Ribeirão Preto (SP). O suspeito fugiu e ainda não foi localizado. O corpo de Igor, de 28 anos, será velado em Ribeirão Preto. Ele era casado e pai de três filhos. Crime Penteado e a mulher foram avisados do crime por Juliano Roberto, funcionário da clínica que acompanhava Igor na remoção. Os dois haviam saído de Ribeirão Preto para buscar o jovem que estava em um hotel em Uberlândia. Segundo Penteado, o rapaz havia ligado para pedir que fossem buscá-lo porque ele queria ser internado voluntariamente. “Foram até o hotel onde ele estava, ele colocou as malas no carro, entrou e veio. Chegou numa parte do caminho, eles pararam para fazer uma ligação. O Igor encostou no banco do carro e ele deu uma punhalada nele. Matou o menino.” De acordo com a ocorrência, o suspeito desceu do carro e fugiu para um matagal com a faca. Juliano assumiu a direção e saiu à procura de uma unidade médica. No caminho, ele abordou uma ambulância que levou a vítima até a Unidade de Atendimento Integrado (UAI) do bairro Pampulha. Igor foi socorrido ainda com sinais vitais, mas em estado grave. Em seguida, sofreu uma parada cardiorrespiratória e não resistiu. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) para passar pela autópsia. Internação voluntária O diretor da clínica afirma que o pai do suspeito já havia tentado interná-lo outras vezes. Em uma delas, os dois chegaram a ir até à porta da clínica, no bairro Lagoinha, mas o rapaz começou a usar crack e os dois desistiram. Penteado suspeita que o rapaz estava sob o efeito de crack quando entrou no carro para ser transportado até Ribeirão Preto. “Ele estava usando crack há cinco dias. Essas pessoas que ficam muito tempo começam a ter crise de percepção, começam a ter psicose. O que pode ter acontecido é que ele achou que iam levar ele involuntariamente. Ele pode ter entrado na paranoia da droga e perdeu o juízo crítico.” Segundo o diretor, nos casos de internação involuntária, os funcionários precisam seguir um protocolo, que inclui uma revista ao paciente para certificar de que ele não está portando drogas ou objetos perfurantes. Como a internação do paciente era voluntária, não houve nenhuma checagem. 'Estava em paz' Igor trabalhava há quatro meses como motorista e se ofereceu para fazer a viagem na noite de quinta-feira (19). Penteado afirma que a vítima era ex-usuária de drogas e que, há dois dias, havia celebrado o fato de estar sóbrio. “Ele estava em paz, fazendo dois trabalhos para cuidar dos filhos. Ele não iria nessa remoção. Iria outra pessoa, mas ele falou: ‘deixa eu ir porque eu preciso ganhar esse dinheiro para cuidar dos meus filhos’.” Um inquérito foi instaurado em Uberlândia para apurar as circunstâncias do crime. O suspeito não foi localizado. Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão e Franca […]

  • Agenda cultural: Show de Edson e Hudson e festival gastronômico são atrações no Triângulo e Alto Paranaíba
    on 20 de julho de 2018 at 17:43

    Veja outros eventos que acontecerão neste fim de semana em Uberlândia e Patrocínio. A dupla Edson & Hudson se apresenta em Uberlândia no domingo Marcos Hermes/ Divulgação O fim de semana chegou e o G1 preparou uma lista de eventos para todos os gostos. Tem festa junina com show de Edson e Hudson, festival para comemorar o Dia do Amigo e muito mais. Veja a programação de Uberlândia e Patrocínio, no Alto Paranaíba. Uberlândia Confira a programação Patrocínio Confira a programação […]

  • Presença de guarda-vidas em piscinas de uso coletivo passa a ser obrigatória em BH
    on 20 de julho de 2018 at 17:12

    Medida, que vale para clubes, hotéis, academias e alguns condomínios, terá fiscalização rigorosa, de acordo com a Prefeitura. Lei que obriga presença de guarda-vidas em clubes de Belo Horizonte vai entrar em vigor A lei que obriga a presença de um guarda-vidas em clubes e locais que tenham piscinas coletivas vai entrar em vigor neste sábado (21) em Belo Horizonte. A medida é para prevenir acidentes. A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) prometeu fiscalização rigorosa e severas multas. Além de guarda-vidas com certificado, qualquer estabelecimento público ou privado com piscinas a partir de 1.250 m² devem ter desfibrilador, colar cervical, prancha longa, máscaras de respiração, kit de primeiros socorros e placas de sinalização com informações de segurança e profundidade. O tamanho estabelecido pelo decreto equivale ao padrão de uma piscina olímpica e, segundo os bombeiros, corresponde ao perímetro de alcance de visão e a distância mínima para o deslocamento do salva-vidas e do resgate da vítima. O decreto municipal, que regula a lei de 2010, vale para clubes, hotéis, academias e alguns condomínios. Os responsáveis pelos estabelecimentos que descumprirem a regra vão ser penalizados. A falta de um profissional e placas de segurança gera uma multa de R$ 500. O valor dobra se o guarda-vidas que estiver trabalhando no local não for habilitado ou se não tiver equipamentos de segurança. Em alguns casos, se houver reincidência, a piscina é interditada. Segundo a PBH, a fiscalização será de responsabilidade da Secretaria Municipal de Política Urbana (SMPU). Há vistorias programadas em clubes sociais e esportivos. Todos os estabelecimentos cadastrados estão sendo comunicados sobre as novas regras. […]

  • Tribunal de Justiça de MG rejeita recurso e mantém Eduardo Azeredo preso
    on 20 de julho de 2018 at 15:55

    Desembargadora aceitou recurso especial do ex-governador e rejeitou recurso extraordinário. Eduardo Azeredo na quadra do batalhão do Corpo de Bombeiros, em Belo Horizonte. Pedro Ângelo/G1 O ex-senador e ex-governador de Minas Gerais Eduardo Azeredo (PSDB) teve seu pedido de cautelar para relaxamento da prisão rejeitado pela 3ª vice-presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), desembargadora Mariangela Meyer Pires Faleiro. Azeredo foi condenado a 20 anos e um mês de prisão pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro, no mensalão tucano, em agosto passado. A decisão foi tomada nesta quinta-feira (19) e divulgada nesta sexta (20). A defesa pediu o relaxamento da prisão enquanto aguarda julgamento do recurso em instâncias superiores. Os advogados alegam que o fato de o réu ter sido governador de Minas Gerais impactou na fixação da pena tanto na primeira como na segunda instância, o que não pode acontecer por prejudicar excessivamente o réu, contrariando entendimentos das cortes superiores. Na mesma decisão, a desembargadora aceitou que a defesa recorra ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), mas negou recurso no Supremo Tribunal Federal (STF). O advogado Castellar Guimarães Neto, que representa Eduardo Azeredo, disse nesta sexta-feira (20) que vai recorrer ao STJ. De acordo com o Tribunal, a magistrada considerou que era possível admitir esse recurso especial porque a turma julgadora valorou a condição de agente político que exerce cargo de influência ou gerência em duas fases da aplicação da pena. A defesa de Azeredo também apresentou ao TJMG um recurso extraordinário, em questionava o fato de os desembargadores terem dado uma condenação maior do que a pedida pelo Ministério Público e requeria a nulidade da sentença e do acórdão. Segundo o TJMG, a desembargadora rejeitou o pedido da defesa, com fundamento na jurisprudência do STF que estabelece que o julgador não está vinculado ao MP nem é obrigado a alinhar-se ao posicionamento defendido pelo órgão. As decisões de primeira e segunda instância que condenaram Azeredo consideraram que o crime de peculato foi praticado sete vezes – cinco vezes no caso do Banco do Estado de Minas Gerais (Bemge) (uma em cada empresa do grupo financeiro), uma vez na Copasa e uma vez na Comig. Para o procurador, porém, o crime em relação ao Bemge deveria ter sido considerado uma única vez. Mensalão tucano De acordo com a denúncia, o mensalão tucano teria desviado recursos para a campanha eleitoral de Azeredo, que concorria à reeleição ao governo do estado, em 1998. O esquema envolveria a Companhia Mineradora de Minas Gerais (Comig), a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) e o Banco do Estado de Minas Gerais (Bemge) e teria desviado ao menos R$ 3,5 milhões por meio de supostos patrocínios a três eventos esportivos: o Iron Biker, o Supercross e o Enduro da Independência. Todos os réus negam envolvimento nos crimes. […]

  • Morador de zona rural pedala 16 km para tratamento de hemodiálise em MG
    on 20 de julho de 2018 at 15:53

    Seu José tem 53 anos e anda de bicicleta por uma rodovia para sair de sua casa em Elói Mendes até um hospital em Varginha (MG). Morador de zona rural pedala 16 km para tratamento de hemodiálise em MG Tarciso Silva/EPTV Ainda é cedo quando o seu José de Assis Lúcio, de 53 anos, morador da zona rural de Elói Mendes (MG), pega sua bicicleta rumo a um hospital de Varginha (MG). O motivo? Quatro horas de sessão de hemodiálise. José ficou conhecido no Sul de Minas por pedalar 16 quilômetros, pelo menos três vezes por semana, para fazer seu tratamento. Ao todo, em um mês, são pelo menos 200 quilômetros, ida e volta. “Saio cedo mesmo. Deu 6 horas, ou 6h30, 7h, já estou saindo. Já pego a bicicleta e estou indo”. O chapéu e a botina são companheiros na rodovia BR-491, que liga a casa do seu José ao hospital. Há seis anos, ele foi diagnosticado com insuficiência renal e, nas primeiras sessões, chegou a ir de carro. Mas sempre sentia um mal estar. “É ruim, eu sentia que meu corpo não gosta, começa a cabeça a doer, corpo dói, pernas adormecem”. Morador da zona rural pedala 16 km para sessão de hemodiálise em MG O jeito foi investir na bicicleta e driblar os desafios. Quem conhece o seu José do hospital demorou para acreditar na disposição em chegar de bicicleta. “Eu e meu motorista sempre comentamos: como é que aguenta? A pessoa não sai bem daqui. E ele sai tranquilo, não tem nem cara de quem está doente”, conta a aposentada Maria Aparecida de Carvalho. O irmão de José também faz hemodiálise há 15 anos e também não entende a disposição do paciente. “Ele é uma força que vem de Deus. Deus fortalece. Porque eu por exemplo não vou, não consigo”, explica o aposentado Valdemir Lúcio. Seu José pedala pela rodovia entre Elói Mendes e Varginha (MG) Tarciso Silva/EPTV Durante as quatro horas de hemodiálise, José usa o tempo para ler e escrever, atividades que aprendeu há pouco tempo, como conta a técnica em enfermagem Heloísa Souza. “Não sabia até então nada, faz pouco tempo que ele começou. Ele pede opinião da gente, ouve os áudios, é bem esforçado”. Em geral, os pacientes que passam por hemodiálise sentem fraqueza, dor de cabeça e tontura. Mas o José, assim que sai da sessão, já pega o caminho de casa, para mais 16 quilômetros de pedal. E garante que não abre mão da companheira por nenhum outro meio de transporte, nem nos dias de chuva. “Não largo não, já acostumei com ela”. José faz sessões de hemodiálise em hospital de Varginha (MG) Tarciso Silva/EPTV Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas […]

  • Confins, na Grande BH, tem atrasos devido a problema em aeroporto de São Paulo
    on 20 de julho de 2018 at 15:34

    Seis voos tinham atrasos superiores a 30 minutos até as 13h; problema em radar afetava os pousos e decolagens nos aeroportos de Congonhas e de Cumbica, em Guarulhos. Devido a um problema nos radares dos aeroportos de São Paulo, seis voos do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, na Região Metropolitana, que tinham como destino Guarulhos, Congonhas e Campinas, tiveram atrasos superiores a 30 minutos. O balanço foi divulgado pela BH Airport às 13h desta sexta-feira (20). Até o horário, não havia cancelamento, diz a concessionária. A Infraero informou que o Aeroporto da Pampulha, na capital mineira, não foi afetado pois não têm voos para essa região na sexta-feira. De acordo com a assessoria de imprensa de Viracopos, em Campinas (SP), um voo que saiu de Belo Horizonte (MG) às 11h10 com destino final em Campinas foi desviado para Navegantes (SC). O problema Os atrasos foram causados por problema no radar que afetava os pousos e decolagens nos aeroportos de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo, e de Cumbica, em Guarulhos, na manhã desta sexta-feira (20). De acordo com a assessoria de imprensa da Infraero, a falha suspendeu os voos por quase uma hora, entre 10h46 e 11h32. As causas da pane não foram informadas. Aviões em solo em Congonhas durante pane em radar Reprodução/TV Globo […]

  • Na hora da missa, mulher é furtada dentro da Basílica de Lourdes, em Belo Horizonte
    on 20 de julho de 2018 at 14:08

    A atendente de telemarketing Roberta Araújo dedicava orações ao pai falecido quando teve a bolsa levada com cartões e a refeição do dia. Funcionários da igreja disseram que o fato não é comum. Fachada Basílica de Nossa Senhora de Lourdes, em Belo Horizonte Reprodução/TV Globo Era um momento de oração, quando a atendente de telemarketing Roberta Araújo, 33 anos, foi furtada na manhã desta sexta-feira (20), na Basílica de Nossa Senhora de Lourdes, uma das mais conhecidas e movimentadas de Belo Horizonte. Ela se ajoelhou no último banco durante a missa das 7h e, ao se levantar, percebeu o fato. "Uma sensação horrível, de impotência. Não ia imaginar nunca que ia ser furtada na igreja às 7h. A pessoa levanta cedo para fazer isso", desabafa. A igreja fica na Rua da Bahia, na Região Centro-Sul. Um boletim de ocorrência foi registrado, mas nenhum suspeito foi localizado. Por telefone, funcionários da igreja disseram à reportagem que não tinham conhecimento do furto e que episódios como este não são comuns. Roberta contou ao G1 que o furto trouxe muita chateação num dia importante para ela. “Sempre vou à igreja dia 20 porque é aniversário do meu pai, que morreu há 15 anos”. Além disso, é fiel assídua desde 2003, quando se mudou de Curvelo para Belo Horizonte. Pessoas que estavam na igreja suspeitaram de um homem que usava blazer e blusa laranja ou vermelha, que não foi encontrado, segundo a atendente. Conforme o boletim de ocorrência, foram furtados o telefone celular, documento de identidade, cartões de banco, crédito e alimentação. A refeição do dia também foi levada. No meio da manhã, Roberta ainda enfrentava “dor de cabeça” para cancelar os cartões e já havia comunicado o atraso no serviço. Igreja Nossa Senhora de Lourdes, em BH Reprodução/TV Globo […]

  • População enfrenta medo no centro de Belo Horizonte durante a madrugada
    on 19 de julho de 2018 at 22:48

    Bases móveis da Polícia Militar funcionam até às 23h30. Um dos pontos mais críticos é a passarela que liga a Lagoinha à rodoviária da capital. Sem policiamento ostensivo, pessoas têm medo de passar pelo hipercentro da capital mineira Pessoas que passam pelas ruas e avenidas de Belo Horizonte durante a madrugada são obrigadas a enfrentar o medo e o risco de violência nos pontos de ônibus, nas passarelas e praças da cidade. NNo hipercentro, bases móveis da Polícia Militar (PM) são um alívio para quem ainda circula. Mas elas só funcionam até 23h30. A partir daí, quando os policiais vão embora, é difícil se sentir seguro na capital. A cidade vazia é um convite a quem prefere o anonimato. O MG2 flagrou uso de drogas em vários pontos do centro da cidade. Um dos pontos mais críticos do hipercentro é a passarela que liga a Região do bairro da Lagoinha à rodoviária. A travessia é longa e escura. Em alguns pontos há lâmpadas queimadas ou nenhuma iluminação. A Polícia Militar informou que há uma base móvel na Praça Rio Branco que funciona 24 horas e que estratégias estão sendo estudadas para melhorar a segurança na região. […]

  • Ex-prefeitos são presos durante operação do Ministério Público no Leste de Minas
    on 19 de julho de 2018 at 19:22

    Alvos da ação já foram prefeitos em Divino das Laranjeiras, Itabirinha e São Félix de Minas; além das prisões, foram expedidos 17 mandados de busca e apreensão. O Ministério Público de Minas Gerais, em uma ação conjunta com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e as polícias Militar e Civil, cumpriu três mandados de prisão contra ex-prefeitos das cidades de Divino das Laranjeiras, Itabirinha e São Félix de Minas, no Leste de Minas Gerais. Os suspeitos são investigados por corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, organização criminosa, falsidade ideológica e fraude à licitação. As prisões ocorreram durante a operação Octopus, na manhã desta quinta-feira (19). Segundo o MP, as investigações começaram no início deste ano e apontaram que o ex-prefeito de Divino das Laranjeiras, Edison Alves de Souza, recebia propina para favorecer contratos de empresas em um esquema que fraudava licitações relacionadas às obras púbicas do município entre os anos de 2009 e 2016. Dentre as empresas beneficiadas pelo esquema de corrupção estavam as pertencentes aos ex-prefeitos de Itabirinha e de São Félix de Minas, Aurélio César Donádia e Wanderley Vieira de Souza, respectivamente. Em meio a essas licitações, o MP descobriu que em muitos desses casos o ex-prefeito de Divino das Laranjeiras acabava realizando contratos a seu favor utilizando o nome de laranjas como forma de esconder os verdadeiros proprietários. A operação também revelou que mesmo após o término do seu mandato, o ex-prefeito Edison Alves de Souza continuava influenciando nas decisões de licitações do município através do seu sobrinho, que assumiu o cargo de prefeito em Divino das Laranjeira. Prejuízos aos cofres públicos Segundo o promotor Evandro Ventura, até o momento não é possível estimar o prejuízo causado, mas que as empresas podem ter lucrado até R$ 10 milhões. “Nós não conseguimos apurar efetivamente sobre o faturamento que as empresas ganharam com o contrato público e o que deixaram de fazer. Esse esquema gerou lucro para todos os lados, haja vista que no nosso levantamento inicial as empresas tinham, cada uma, 11, 12, 14 contratos gerando lucros acima de um R$ 1 milhão, R$ 2 milhões com cada contrato”. Os ex-prefeitos estão em prisão preventiva em Governador Valadares. A operação também cumpriu 17 mandados de busca e apreensão, bloqueio de bens e valores. Durante a ação, foram apreendidas também duas armas de fogo, cinco automóveis e mais de um quilo de maconha. O que dizem os envolvidos A defesa de Aurélio César Donádia e de Wanderley Vieira de Souza informou que assim que tomar conhecimento dos documentos que constam nos autos irá tomar as medidas judiciais cabíveis para reverter o pedido de prisão preventiva. A defesa de Edison Alves de Souza não se manifestou até a publicação dessa matéria. […]

  • Polícia Civil apura possível desaparecimento de jovem em Juiz de Fora
    on 19 de julho de 2018 at 19:12

    Familiares contaram que Caroline Germano da Silva, de 20 anos, saiu de casa há mais de uma semana e não disse onde está. Parentes de Caroline Germano da Silva estão sem informações do paradeiro dela desde 10 de julho Reprodução/TV Integração A 2ª Delegacia de Polícia Civil de Juiz de Fora está apurando o desaparecimento de Caroline Germano da Silva, de 20 anos, que saiu de casa no dia 10 de julho e não deu notícias sobre o paradeiro até esta quinta-feira (19). O delegado responsável pelo caso, Eurico da Cunha Neto, está verificando se houve crime ou não e, para isso, deve ouvir depoimentos nos próximos dias. Em entrevista ao MGTV, a mãe e o irmão da jovem pediram para não serem identificados, por não saberem o motivo que levou a jovem a sair de casa. A mãe contou que a garota sempre foi muito reservada, mas é a primeira vez que não sabe o paradeiro dela. "Nunca saiu sem avisar. Se fosse na casa de qualquer parente, sempre falava", afirmou. De acordo com informações dos familiares, ela manteve contato com duas pessoas, que ainda não identificadas, antes de sumir. "A prima chegou a adicioná-lo no Facebook, mas ele a bloqueou. Ela achou estranho e mandou a foto para a Polícia. Aí descobriram que o perfil era falso. Ele deu o endereço que morava em São Paulo, mas era falso. O outro sumiu também, não tem informação nenhuma", narrou a mãe. Um outro amigo da jovem contou aos parentes que, dois dias depois do desaparecimento, ela teria viajado para Uberlândia e que mandou para ele o comprovante da passagem do ônibus. Amigo enviou para familiares imagem que indicaria que Caroline Germano da Silva comprou passagem para Uberlândia Reprodução/TV Integração Os familiares então procuraram a Polícia Civil, que solicitou as imagens do circuito interno da rodoviária, mas o monitoramento mostrou que a jovem não desembarcou na cidade do Triângulo Mineiro. O rastreamento do celular dela indicou localização em uma estrada que liga Minas Gerais a Goiás (GO). O irmão mais novo disse que mantém contato com ela por meio de um aplicativo de mensagens, mas que ainda não conseguiu informações sobre o paradeiro. "Eu perguntei onde e com quem ela está, mas ela não responde. Às vezes, nem visualiza. Sempre (diz que) vai fazer alguma coisa, que vai dormir ou sair pra algum lugar. Nunca fica direto. Parece que é a ultima vez que ela está falando comigo, a última vez que vai entrar em contato", comentou. Quem tiver informações que ajudem na investigação pode repassar, de forma anônima, pelo telefone da PM, 190, ou pelo Disque-Denúncia Unificado (DDU), 181. […]

  • Inscrições de processo seletivo para contratação de médicos em Uberlândia terminam nesta quinta-feira
    on 19 de julho de 2018 at 15:52

    São quatro vagas com salário é de R$ 6.048,66 para a especialidade em clínica médica. Nesta quinta-feira (19) termina o prazo de inscrições para o processo seletivo simplificado do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU) que visa a contratação de médicos especialistas em clínica médica. São quatro vagas para a cidade, com salário de R$ 6.048,66. A contratação será feita pela da Fundação de Assistência, Ensino e Pesquisa de Uberlândia (Faepu) e os selecionados deverão cumprir uma carga horária de 20 horas semanais e atuação no Pronto Socorro e Sala de Emergência de Clínica Médico do HC-UFU. A seleção será por meio de prova objetiva de múltipla escolha, que será realizada no dia 3 de agosto, além de prova de títulos e avaliação psicológica. As inscrições podem ser feitas até as 17h desta quinta-feira, pelo site do Hospital de Clínicas, no ícone “Processo Seletivo Simplificado Faepu”, ou pessoalmente, das 13h às 17h, no setor de Gestão de Desenvolvimento Humano em Saúde do HC-UFU, localizado na Avenida Pará, nº 1.720, no Bairro Umuarama. O valor da inscrição é de R$ 62. […]

  • Revitalização de linha férrea cria expectativa por aumento de trens turísticos no Sul de Minas
    on 19 de julho de 2018 at 11:40

    Uma licitação já foi publicada e obras devem começar ainda este ano; outras linhas podem sair do papel. Trem da Mantiqueira em Passa Quatro (MG) Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF) Com a publicação da licitação que irá escolher a empresa que fará a recuperação da linha férrea que liga São Lourenço (MG) a São Sebastião do Rio Verde (MG), o Sul de Minas já tem uma previsão para ganhar um novo trem turístico. A recuperação desta linha férrea, cria uma expectativa para que outros trechos também possam voltar a circular na região. Hoje a região possui duas linhas em funcionamento: o Trem da Mantiqueira, que circula em Passa Quatro (MG) e o Trem das Águas, que liga São Lourenço a Soledade de Minas (MG). Um outro trecho, entre Poços de Caldas (MG) e Águas da Prata (SP), chegou a ter um convênio assinado para reativação da linha, mas o projeto não saiu do papel. Há ainda a previsão para que seja implantado em breve um novo trem que faria o trajeto turístico entre Lavras (MG) e Varginha (MG). O G1 lista abaixo a situação de todos os trens turísticos em funcionamento no Sul de Minas e também os projetos e discussões de revitalização. São Sebastião do Rio Verde Em São Sebastião do Rio Verde, no dia 5 de julho, foi assinado um convênio para revitalização do trecho ferroviário de 20 km que liga o município a São Lourenço. No dia seguinte, a Prefeitura Municipal publicou o edital de licitação para contratar a empresa que terá um ano para concluir as obras. "As empresas interessadas apresentarão a documentação do certame no dia 17 de agosto. E, no dia 24, serão apresentadas as propostas para as obras que deverão começar após as eleições, ainda em outubro deste ano", fala o assessor de Controle Interno da Prefeitura de São Sebastião do Rio Verde, Claudinei Pascoal Ribeiro. Segundo a Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), através de sua assessoria de comunicação, a recuperação dos trilhos que ligam São Sebastião do Rio Verde a São Lourenço, está orçada em mais de R$ 7,8 milhões. Desse valor, R$ 343,7 mil terão que ser bancados pelo município como contrapartida. “A vigência do convênio é de 840 dias, com início neste mês de julho de 18. A contratação das obras caberá ao Município de São Sebastião do Rio Verde”, explica. A prefeitura de São Sebastião do Rio Verde (MG) informou que já recebeu o valor de R$ 5,2 milhões. Outros R$ 2,2 milhões estão previstos para serem repassados em março de 2019. E ao final do processo de licitação, será aberto novo edital para exploração do trecho. O Trem das Águas O Trem das Águas em São Lourenço (MG) Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF) O Trem das Águas de São Lourenço tem uma linha com 10 km de extensão, ligando as estações de São Lourenço e Soledade de Minas. Segundo a Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF), entidade responsável pelo Trem das Águas, a Estação de São Lourenço, construída em 1925, foi recuperada e adaptada com infraestrutura e acessibilidade necessárias para a operação. “A linha segue para Soledade margeando o Rio Verde, onde o turista tem a oportunidade de conhecer o aeroporto de São Lourenço e a pequena estação Parada Ramon, no KM 85”, detalha Bruno Sanches, presidente da associação. Ele comenta que nos passeios de ida e volta, ainda pode haver feiras de artesanato local e orquestra de violeiros no trem. Todos os finais de semana e feriados, o trem parte em dois horários aos sábados e em um no domingo. Os valores do passaporte variam de R$ 65,00 a R$ 85,00, conforme a classe escolhida. Trem da Mantiqueira Túnel do Trem da Mantiqueira Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF) Outro trem turístico em funcionamento no Sul de Minas é o chamado Trem da Mantiqueira. Ele liga as estações central a de Coronel Fulgêncio em Passa Quatro (MG). Esta linha também tem 10 km de extensão. A Estação Central de Passa Quatro foi construída em 1884 e também foi recuperada. "O trem inicia a subida da serra, passando pelas corredeiras do Manacá e a ponte Estrela. Há exposição fotográfica de minisséries filmadas no local (Mad Maria e JK), fotos de máquinas e carros recuperados pela ABPF além de fotos da Revolução Constitucionalista de 1932. Também é oferecido um passeio cortesia ao Túnel”, descreve Bruno. O Trem da Mantiqueira funciona com dois horários aos sábados e um no domingo. O ingresso custa R$ 60,00. Poços de Caldas Foto do antigo trem turístico em Poços de Caldas. Reprodução EPTV Um convênio assinado em janeiro de 2016, entre a Codemge e a Prefeitura de Poços de Caldas (MG), previa a recuperação e reativação do trem que ligaria Minas Gerais a São Paulo (Águas da Prata). No entanto, o projeto não chegou a sair do papel. A assessoria da Codemge, ex-Codemig, também informou que o acordo em questão tinha vigência de 20 meses e foi encerrado em setembro de 2017. Na ocasião, “a execução dos serviços e obras necessários à implantação de Trem Turístico Cultural com tração a vapor em Poços de Caldas não foi adiante, considerando que a Prefeitura não concluiu o processo licitatório para contratação dos projetos necessários à implantação da iniciativa e não apresentou os documentos imprescindíveis ao andamento da ação. Portanto, não houve repasse de recursos, nem execução de obras durante a vigência do termo”, justifica. Segundo o secretário de Turismo da Prefeitura Municipal de Poços de Caldas, Ricardo Oliveira, O repasse seria de R$ 10 milhões com contrapartida de R$ 2 milhões do município. “Como o projeto já era para estar implantado em agosto de 2017, nós pedimos a prorrogação porque não tinha tempo hábil pra gente dar continuidade. Pedimos a prorrogação desse convênio e a Codemge não quis assinar essa prorrogação”, argumentou. O Expresso do Rei A locomotiva do Circuito Ferroviário Vale Verde (CFVV) Circuito Ferroviário Vale Verde (CFVV) Um novo projeto pretende implantar um novo trem turístico entre Lavras e Varginha, passando por Carmo da Cachoeira (MG) e Três Corações (MG). A iniciativa é da ONG Circuito Ferroviário Vale Verde (CFVV). Segundo o presidente, César Mori Júnior, o trem turístico, que será chamado de “Expresso do Rei”, já tem uma locomotiva em funcionamento e há estudos sobre a reforma dos galpões. “Todo processo de reforma da linha até Varginha está diretamente ligado à devolução da linha pela atual concessionária. Uma reunião em agosto, será feita com a Associação Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para resolver essas questões”, explica. A ideia é que o novo trem turístico possa utilizar parte de linhas férreas concedidas à Ferrovia Centro Atlântica, em especial pontos que passam dentro dos municípios, que hoje não são utilizadas, já que a empresa opra apenas a rota de escoamento do minério. A ONG também faz um trabalho de recuperação dos galpões da antiga Rede Ferroviária Federal (RFFSA). Esse trabalhou resultou recentemente em uma visita da Comissão Extraordinária Pró-Ferrovias Mineiras da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. A VLI, a empresa controladora da Ferrovia Centro-Atlântica (FCA), que é atual concessionária da linha férrea, esclarece que o trecho faz parte do contrato de concessão e arrendamento firmado em 1996 e que, por questões de mercado, atualmente não há circulação de cargas na linha entre Lavras (MG) e Varginha (MG). “Projetos com outras finalidades são submetidos pelo interessado à análise e aprovação da ANTT, órgão responsável por emitir tais autorizações especiais. Nesse sentido, o trecho citado dispõe de um projeto de trem turístico e a VLI vem oferecendo suporte técnico à entidade responsável pela proposta. A empresa aguarda a conclusão dos trâmites que estão em curso com a entidade e a ANTT”, explica a assessoria de comunicação através de nota. Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas […]

  • Adolescente desaparece depois de ser agredida por ex-namorado em BH
    on 19 de julho de 2018 at 10:52

    Em um vídeo postado nas redes sociais, o jovem de 19 anos aparece cortando os cabelos da adolescente, de 15 que, de acordo com a polícia, é a ex-namorada dele. Jovem de 15 anos some depois de ser agredida por ex-namorado em Belo Horizonte Uma adolescente de 15 anos está desaparecida desde que foi agredida pelo ex-namorado, de 19, na Região de Venda Nova, em Belo Horizonte. Ele cortou à força o cabelo da menina porque acreditava ter sido traído. No vídeo – postado nas redes sociais – Erick Warley Souza da Silva, de 19 anos, aparece cortando os cabelos de uma adolescente de 15 que, de acordo com a polícia, é a ex-namorada dele. Primeiro, o rapaz usa uma tesoura e, sem sucesso, pega uma faca na cozinha da casa. A cena de tortura é filmada por uma outra pessoa, que também participa da ação. Foi por meio do vídeo e de uma denúncia anônima, que a PM chegou até a casa onde as imagens teriam sido gravadas, no bairro São João Batista. Faca e tesoura usadas em agressão foram apreendidas em BH Reprodução/TV Globo “Nós recebemos uma denúncia anônima de que no bairro São João Batista, na Regional de Venda Nova, havia uma pessoa que mantinha uma jovem em cárcere privado e que teria torturado essa jovem. Então, nós montamos uma operação, deslocamos até o endereço. Neste endereço da denúncia, nós identificamos que o imóvel estava vazio, porém estava com a porta aberta. A gente adentrou o imóvel, fez buscas no local”, explicou o capitão Antônio Hot Pereira de Faria. A polícia encontrou uma mecha de cabelo, que seria da adolescente que aparece no vídeo. A faca e a tesoura que teriam sido usadas na tortura estavam no imóvel. No local também havia droga escondida: 20 pinos e uma porção de cocaína, além de 58 buchas de maconha. Contudo, foi uma correspondência encontrada na casa que levou os policiais até outro endereço, no bairro Santo André, na Região Noroeste, onde estava o principal suspeito do crime. “Ele afirmou que tinha cortado o cabelo da menor em retaliação, como forma de punição por ela ter traído ele em um relacionamento que eles mantinham”, disse o policial. Jovem de 15 anos some depois de ser agredida por ex-namorado em BH Reprodução/TV Globo Ainda segundo o capitão, o suspeito confessou que manteve a jovem em cárcere, porém não disse por quanto tempo e nem quando foi ela foi liberada. Segundo a PM, até a publicação desta reportagem a adolescente não havia sido encontrada. Por meio de registros policiais, os militares conseguiram o endereço da madrasta dela, que disse não ter notícias da jovem. Ainda não se sabe por quanto tempo ela foi torturada e, para polícia, a adolescente é considerada desaparecida. “Ele só afirmou que realmente fez, mas que não sabe informar onde a gente pode encontrá-la”, disse o capitão. O rapaz e o adolescente foram levados para o Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional, no bairro Barro Preto, na Região Centro-Sul. Quem tiver informações sobre o paradeiro da jovem, pode informar a polícia. “Ou pode acionar a Polícia Militar via 190, por meio do nosso teleatendimento. Ou via 181, se não quiser se identificar, o Disque Denúncia. Para que a gente possa realizar os trabalhos e tentar encontrá-la, né, ou tentar corroborar agora, colaborando com o trabalho da Polícia Judiciária, já que a nossa ocorrência está sendo entregue agora na Polícia Civil”, afirmou o PM. […]

  • Suspeito de estelionato, sertanejo Eduardo Costa presta depoimento em Belo Horizonte
    on 18 de julho de 2018 at 19:07

    Cantor teria vendido casa em Escarpas do Lago que seria alvo de ação do MPF por estar em área de preservação; ele nega má-fé. Suspeito de estelionato, sertanejo Eduardo Costa presta depoimento em Belo Horizonte O sertanejo Eduardo Costa prestou depoimento, nesta quarta-feira (18), no Departamento Estadual de Investigação de Fraudes, em Belo Horizonte. De acordo com o delegado Vinícius Dias, o músico é suspeito de estelionato em um inquérito que investiga a venda de uma casa no balneário de Escarpas do Lago, em Capitólio, no Sul de Minas, avaliada entre R$ 6,5 milhões e R$ 7 milhões. Novas testemunhas serão ouvidas no caso. Após depor à polícia, Eduardo Costa conversou com os jornalistas e negou qualquer tipo de crime. Segundo a polícia, o sertanejo negociou o imóvel com um casal em troca de uma casa na Região da Pampulha, na capital mineira. A diferença de valores - a casa em Belo Horizonte vale R$ 9 milhões - seria paga com uma lancha, uma carro de luxo e uma moto aquática. O delegado afirma que o casal, ao tentar registrar o imóvel de Escarpas, de cerca de 4 mil metros quadrados, percebeu que ele era alvo de uma ação civil pública, em que o Ministério Público Federal (MPF) pedia a demolição parcial porque o terreno estaria em uma área de preservação permanente. O sertanejo afirmou que não agiu com má-fé. Segundo Costa, o casal sabia que o terreno estava em área de preservação permanente, assim como ele também tinha conhecimento do fato quando adquiriu o imóvel. O artista afirmou, ainda, que toda a negociação foi feita com a presença dos advogados dele e também do casal. "A gente tomava café enquanto os advogados cuidavam do negócio", afirmou. "Todos nós estamos sujeitos a passar por situações constrangedoras e eu jamais levaria uma pessoa a passar por isso", afirmou o sertanejo. As investigações começaram em outubro do ano passado e, de acordo com o delegado, estão em fase de finalização. O crime de estelionato qualificado por alienação onerosa de bens em litígio tem pena prevista de um a quatro anos de reclusão. O delegado Vinícius Dias disse que, até esta quarta, não encontrou indícios para indiciar o cantor, mas que a investigação continua. Com os novos elementos, ele afirmou não ver condições de indiciamento. Segundo o delegado, caso fique comprovado ao final do inquérito que o casal sabia da situação imóvel, ele estará sujeito a sanções penais. Edson Vander da Costa Batista, o Eduardo Costa, é natural de Belo Horizonte e lançou o primeiro CD da carreira solo na década de 1990. Com Leonardo, ele tem dois projetos: “Cabaré”, de 2014, e “Cabaré Night Club”, de 2016. Polícia investiga cantor Eduardo Costa por suspeita de estelionato qualificado Eduardo Costa chega para prestar depoimento na tarde desta quarta, em BH Raquel Freitas/G1 Minas […]

  • Falha geológica pode ter causado tremor em Poços de Caldas, segundo UnB
    on 18 de julho de 2018 at 12:35

    Geofísico da Universidade da Universidade de Brasília (UnB) explica ocorrência de tremor de 2.2 sentido na cidade nesta terça-feira (17) Tremor de terra de magnitude 2.2 atinge Poços de Caldas, MG O Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UNB) confirmou ainda na noite de terça-feira (17), a ocorrência de um tremor de terra de magnitude 2.2, sentido por moradores de Poços de Caldas (MG) durante a tarde. A região, segundo o observatório, tem atividade sísmica relativamente frequente. O setor de geofísica da universidade afirma que o tremor pode ter sido causado por uma falha geológica da região. “O que a gente tem como suspeita é uma zona de falha geológica que se movimenta, que pode estar se acomodando. Acomodação muito mínima que libera essa energia de pequena magnitude”, explica o geofísico da UnB, George Sand França. Observatório da UNB confirma tremor de terra em Poços de Caldas Reprodução UNB A UnB monitora os abalos sísmicos e, segundo estudos, desde 2010, a região de Poços de Caldas já registrou 10 tremores. O mais intenso foi em janeiro de 2017, quando o fenômeno de 3.2 de magnitude foi sentido na cidade. “Este tipo de magnitude não é uma preocupação grande. As pessoas vão sentir, mas em regiões no máximo 150 km da região de atividade. Mas não é pra causar rachaduras ou outros tipos de estrago. Não é pra sentir nada nesses casos, só uma tontura, um pequeno tremor”, comenta o geofísico. Moradores de Poços de Caldas (MG) sentiram tremor de 2.2 de magnitude Arquivo/EPTV Ainda segundo o pesquisador, os tremores em Poços de Caldas são eventos únicos, ou seja, não há mais eventos nas horas seguintes. “Então, a gente estuda o evento que aconteceu, mas quando vai na localidade ele diminui muito rápido. Isso até certo ponto pode ser bom, porque ele não aumenta”. Para ter uma resposta exata, seria preciso um estudo mais detalhado, o que não deve ser aplicado na região. “É preciso ter uma estação local, com equipe estudando a atividade. O custo é muito alto para uma rede de estações na região. O mais importante é continuar monitorando e percebendo se há eventos maiores”. Região vulcânica O geofísico descarta qualquer relação do tremor em Poços de Caldas com a formação vulcânica da região. “O vulcanismo é extinto nessa região do Brasil, não tem atividade vulcânica. O tremor certamente não é consequência disso, está ligado à falha geológica”, explica. “A terra de uma forma geral é muito difícil entender. As regiões no extremo dos continentes sentem mais abalos, é onde tem terremoto. Em uma região central também tem pressão na terra, como no Brasil, que é no meio de placas. E só vai movimentar onde tem rachaduras, ou falhas, como deve ser o caso de Poços de Caldas”. O tremor Moradores de bairros como Quissisana e Jardim Kennedy teriam sentido o tremor. Nas redes sociais, moradores relataram terem ouvido um barulho semelhante a um trovão. "Minha mãe escutou um barulho grande e estranho, tipo trovão, aqui no Córrego Dantas", disse uma pessoa. "Ouvi um forte estrondo, o chão tremeu", disse outra pessoa. O Corpo de Bombeiros recebeu algumas ligações relatando o ocorrido, mas nenhum incidente foi registrado. A Polícia Militar informou que não recebeu nenhum chamado. Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas […]

  • MPF abre processo seletivo para serviço voluntário em Uberlândia
    on 18 de julho de 2018 at 12:30

    São ofertadas quatro vagas para a área de Direito, uma para Administração, uma para Engenharia Civil, uma para Medicina e uma para Medicina Veterinária. As inscrições começam nesta quarta-feira (18). O Ministério Público Federal (MPF) abriu processo seletivo para serviço voluntário na unidade em Uberlândia. São oito vagas. As inscrições começam nesta quarta-feira (18) e vão até o dia 10 de agosto. São ofertadas quatro vagas para a área de Direito, uma para Administração, uma para Engenharia Civil, uma para Medicina e outra para Medicina Veterinária. Uma das vagas é para a Procuradoria Regional do Município (PRM) de Ituiutaba, que fica localizada na cidade de Uberlândia. Para se inscrever no processo seletivo, os candidatos devem ter mais de 18 anos e cursar ou ter concluído graduação em uma das áreas com vagas abertas. O edital está disponível no site do MPF. Os candidatos devem encaminhar para o e-mail PRMG-Udi-Adm@mpf.mp.br o formulário preenchido, cópia digitalizada do documento de identidade com foto e do CPF, currículo e certificado de conclusão de curso ou declaração de frequência expedida pela faculdade. O serviço voluntário é uma atividade não remunerada, que não gera vínculo funcional ou empregatício e nem obrigações trabalhistas, previdenciárias ou de qualquer outra natureza. […]

  • Caminhoneiro morre carbonizado e cinco pessoas ficam feridas em acidente na BR-135, em Montes Claros
    on 18 de julho de 2018 at 10:41

    Acidente envolveu um caminhão, uma carreta e um carro de passeio; rodovia ficou interditada nos dois sentidos e foi liberada no início da manhã. Carreta pegou fogo e motorista morreu carbonizado na BR-135 Corpo de Bombeiros/Divulgação Um caminhoneiro morreu carbonizado e cinco pessoas ficaram feridas em um acidente envolvendo um caminhão, uma carreta e um carro de passeio na BR-135, em Montes Claros, na madrugada desta quarta-feira (18). Segundo o Corpo de Bombeiros, a carreta que transportava peças automotivas fez um L e tombou na pista. O motorista do caminhão bateu na carreta e os dois veículos pegaram fogo. O caminhoneiro morreu carbonizado e o corpo ficou preso às ferragens. Caminhoneiro morreu no acidente desta madrugada na BR-135, em Montes Claros Ana Carolina Ferreira/Inter TV O condutor da carreta e o filho dele, de seis anos, tiveram ferimentos leves e foram encaminhados ao hospital de Montes Claros. Ainda de acordo com os bombeiros, um carro de passeio também se envolveu no acidente e bateu na roda de um dos veículos. Quatro pessoas estavam no carro e três foram socorridas pelo Samu com ferimentos leves. A carreta e o caminhão ficaram destruídos; os bombeiros gastaram 15 mil litros de água para conter as chamas. O caminhão estava carregado de banana. As causas do acidente serão investigadas. De acordo com a Polícia Militar, a rodovia ficou interditada nos dois sentidos por cerca de 8 horas e foi liberada no início da manhã. Carga de bananas ficou espalhada na rodovia após acidente na BR-135 Ana Carolina Ferreira/Inter TV […]

  • Tremor de terra é registrado em Poços de Caldas; magnitude foi de 2.2, diz UNB
    on 17 de julho de 2018 at 23:37

    Segundo relatos de moradores nas redes sociais, o tremor teria ocorrido por volta de 18h30. Observatório da UNB confirma tremor de terra em Poços de Caldas Reprodução UNB O Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UNB) confirmou na noite desta terça-feira (17) o registro de um tremor de terra de magnitude 2.2 em Poços de Caldas (MG). Segundo relatos de moradores nas redes sociais, o tremor teria ocorrido por volta de 18h30. Moradores de bairros como Quissisana e Jardim Kennedy teriam sentido o tremor. Nas redes sociais, moradores relataram terem ouvido um barulho semelhante a um trovão. "Minha mãe escutou um barulho grande e estranho, tipo trovão, aqui no Córrego Dantas", disse uma pessoa. "Ouvi um forte estrondo, o chão tremeu", disse outra pessoa. O Corpo de Bombeiros recebeu algumas ligações relatando o ocorrido, mas nenhum incidente foi registrado. A Polícia Militar informou que não recebeu nenhum chamado. As causas do tremor ainda não foram esclarecidas. Outro tremor Em janeiro de 2017, um outro tremor de terra foi confirmado na região de Poços de Caldas com magnitude 3.2. Na época, o tremor foi sentido em 16 bairros da cidade. Antes disso, Poços de Caldas havia registrado um tremor em 12 de fevereiro de 1995, também de magnitude 2.1. Segundo a UNB, o maior tremor sentido na cidade foi na década de 1950, quando também em fevereiro foi registrado um de magnitude 3.9. Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas […]

  • Caso Jomara: comerciante é condenado a 22 anos pelo assassinato da ex-esposa em Juiz de Fora
    on 17 de julho de 2018 at 22:57

    Marcos Pereira deve cumprir pena por homicídio triplamente qualificado em regime fechado. Crime ocorreu em 2009; julgamento de 2015 chegou a ser anulado. Comerciante é condenado a mais de 20 anos por assassinato da ex-esposa em Juiz de Fora O comerciante Marcos André Cavanellas Pereira foi condenado a 22 anos de reclusão pelo assassinato da ex-esposa, Jomara Rodrigues Amaral, em 2009. A decisão foi tomada após quase dez horas de julgamento no Fórum Benjamim Colucci, em Juiz de Fora, nesta terça-feira (17). O juiz determinou que o réu deve cumprir a pena em regime fechado. Ele foi condenado por homicídio triplamente qualificado, por motivo torpe, com crueldade e sem chance de defesa da vítima. O juiz, negou o direito de Marcos recorrer em liberdade. Conforme apurado pelo G1, atualmente, ele estava morando em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Segundo a irmã de Jomara, Denise do Amaral, o sentimento agora é de justiça. "O que mais me mata de vergonha é dizer que ele está solto e que nada aconteceu. Lugar de assassino é na cadeia", diz. Para o advogado de acusação, Nelson Rezende Júnior, não havia como a decisão ser diferente. "A prova está clara, aparece evidente, não se discute e é clara", ressalta. Marcos André Cavanellas foi condenado a 22 anos de reclusão pela morte da ex-esposa em Juiz de Fora Vagner Tolendato/G1 Segunda condenação Essa é a segunda condenação do réu depois que o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) decidiu anular o primeiro júri, realizado em 2015 após quatro adiamentos. Na época, o comerciante foi condenado a dez anos de prisão. De acordo com a assessoria de imprensa do TJMG, os desembargadores 1ª Câmara Criminal concordaram com os argumentos do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) de que o júri decidiu de forma contrária às provas dos autos. Marcos André Cavanellas chegou a ser condenado a 10 anos de prisão em 2015, mas júri foi anulado Reprodução/TV Integração Na sessão de hoje, cinco testemunhas de acusação foram ouvidas. A irmã de Jomara, Denise Amaral, contou que sofreu uma tentativa de estupro do acusado, quando a Jomara estava grávida da segunda filha. A defensora pública Criscel Barros da Costa Oliveira foi a responsável por realizar a defesa de Marcos André Cavanellas Pereira. A acusação estava ao cargo do promotor Juvenal Martins Folly, que apresentou o recurso solicitando a anulação do primeiro julgamento. Mulheres fazem ato contra feminicídio na porta do Fórum Benjamin Colucci antes do julgamento Vagner Tolendato/G1 Morta na frente das filhas O homicídio ocorreu no dia 29 de dezembro de 2009, na Rua Olegário Maciel. De acordo com a Polícia Militar (PM), a vendedora foi esfaqueada quando chegava em casa, na frente das filhas, que na época tinham sete e dez anos. Jomara chegou a ser socorrida no Hospital de Pronto Socorro (HPS), mas não resistiu aos ferimentos. O motivo do crime, segundo a polícia, seria o fato de o comerciante não ter aceitar o pedido de separação apresentado por Jomara meses antes. Jomara e o ex-marido, que foi condenadop a 22 anos de prisão em regime fechado Reprodução/ TV Integração O acusado, que na época do assassinato tinha 40 anos, fugiu e se apresentou à Polícia Civil em 4 de janeiro de 2010, prestou depoimento e não foi preso porque havia passado o prazo do flagrante. Ao longo do andamento do processo, o comerciante não esteve preso em qualquer unidade do sistema prisional, de acordo com a assessoria da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds). Como o caso ocorreu em 2009, não pode ser julgado pela lei do feminicídio, que é de 2015. […]

  • Oito vítimas de acidente na BR-251 são identificadas e corpos permanecem no IML de Montes Claros
    on 17 de julho de 2018 at 12:59

    Seis vítimas viajavam em um carro da prefeitura de Rio Pardo de Minas para tratamento médico em Montes Claros; acidente envolveu 11 veículos. Familiares estão colhendo sangue para identificação das vítimas no IML de Montes Claros Pablo Caires/ Inter TV Os corpos das oito vítimas do acidente que envolveu 11 carros na BR-251 permanecem no Instituto Médico Legal de Montes Claros, mas as vítimas já foram identificadas. Seis estavam em um carro que transportavam pacientes de Rio de Minas para tratamento médico em Montes Claros; uma jovem de 23 anos, que é de Salinas e estudava em Montes Claros, estava em um carro de passeio e um homem, de 32, conduzia um carro da prefeitura de Josenópolis. O município de Rio Pardo de Minas decretou luto oficial de três dias pelas seis pessoas que morreram no acidente: Fabio de Almeida Dias, 28 anos (motorista) Celina Ribeiro, 71 anos Neli Ribeiro, 35 anos Suely Gonçalves dos Santos, 34 anos Maria Francisca Santana, 69 anos Juscelino Marques, 42 anos A morte de Natália Araújo de Almeida, de 23 anos, foi confirmada pela Universidade de Montes Claros, onde ela era mestranda do Programa de Pós-graduação em Biotecnologia. A oitava vítima era Genildo Barbosa, de 32 anos. Ele dirigia um carro da prefeitura de Josenópolis. O municíprio confirmou a morte dele. Familiares das vítimas estão colhendo sangue para confirmação oficial dos óbitos no Instituto Médico Legal de Montes Claros. Segundo o IML, o material será encaminhado para Belo Horizonte e ainda não há prazo para divulgação do resultado. Os oito corpos estão sendo mantidos em câmera fria com temperatura abaixo de 4 graus. Em nota, a Polícia Civil esclareceu que serão realizados exames de alta complexidade devido estado em que os corpos se encontram. Veículos pegaram fogo Ana Claudia Mendes/ Inter TV O acidente O acidente ocorreu na descida da serra de Francisco Sá e envolveu cinco carros de passeio, um ônibus e cinco carretas. A rodovia ficou interditada por 14h e foi liberada às 22h30 dessa segunda. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, uma das carretas estava parada no acostamento da via com problemas mecânicos. O motorista do ônibus envolvido no acidente viu a carreta e reduziu a velocidade, e aí que formou uma pequena fila de veículos parados na via, entre carros de passeio, uma carreta e um carro de serviço de saúde, com os seis ocupantes. Acidente na BR-251 envolvendo 11 veículos deixa 8 mortos e mais de sessenta feridos Alexandre Mauro e Beta Jaworski / G1 Ainda de acordo com a PRF, uma terceira carreta, carregada com melões, não viu que os veículos estavam parados na rodovia e não conseguiu frear a tempo, atingindo a traseira do carro do serviço de saúde, que foi arremessado em chamas para fora da pista; os seis ocupantes morreram carbonizados. A carreta de melões seguiu atingindo os demais veículos parados e também alguns que vinham no sentido contrário, deixando mais dois mortos no local; o corpo do motorista ainda não foi encontrado. Sessenta e quatro pessoas ficaram feridas e três permanecem internadas. Entre elas um homem de 25 anos que teve 90% do corpo queimado, que respira com ajuda de aparelhos. O hospital informou que o estado de saúde dele é instável. Risco recorrente A BR-251 é uma das mais importantes ligações rodoviárias e de escoamento de produtos do país. A rodovia convive com constantes acidentes, especialmente no trecho entre Montes Claros e Salinas, onde o asfalto apresenta falhas, poucas áreas de escape e pista simples, em boa parte do percurso. Em janeiro deste ano treze pessoas morreram e 39 ficaram feridas, após um caminhão invadir a contramão de diração e atingir um micro-ônibus que estava na direção oposta. Uma van e uma carreta acabaram sendo também atingidas pelo caminhão. Em março, um acidente na mesma BR deixou três pessoas mortas e cinco gravemente feridas após um carro de passeio ser atingido por uma carreta carregada de bobinas de aço. O condutor da carreta havia ingerido bebida alcoólica. […]

  • Sine de Araguari suspende parte do atendimento à população nesta semana
    on 17 de julho de 2018 at 12:22

    Funcionários da unidade passarão por treinamento de três dias em Uberlândia. O atendimento no Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Araguari será diferente nesta semana. Isso porque os funcionários da unidade participarão de um treinamento na cidade de Uberlândia de terça (17) a quinta (19). Assim, nos dias citados, o Sine estará aberto apenas das 8h às 14h apenas para informações gerais, emissão e entrega de carteira de trabalho. Não haverá divulgação de vagas de emprego e nem atendimento aos serviços de seguro-desemprego. O Sine de Araguari fica localizado na Rua Virgílio de Melo Franco, nº 261 , no Centro. A divulgação volta ao normal na próxima sexta-feira (20). Uberlândia Também devido ao treinamento aos funcionários, o Sine de Uberlândia não ofecerá serviços à população nesta semana. O atendimento volta na próxima segunda-feira (23). O Sine de Uberlândia fica na Avenida Nicomedes Alves dos Santos, nº 136, no Centro da cidade. […]

  • Agências bancárias são atacadas por criminosos armados em Nova Ponte
    on 17 de julho de 2018 at 10:34

    Quadrilha trocou tiros com os policiais e fugiu sentido a Uberlândia. Duas agências bancárias são atacadas por criminosos em Nova Ponte Duas agências bancárias no Centro de Nova Ponte foram alvo de criminosos na madrugada desta terça-feira (17). Segundo informações da Polícia Militar (PM), o crime ocorreu por volta das 1h30 e os estabelecimentos ficaram danificados devido às explosões. Os moradores ficaram aterrorizados. O G1 solicitou fez contato com as assessorias dos bancos e pediu posicionamentos. (Ver notas mais abaixo) Cerca de sete homens fortemente armados invadiram a agência do Banco do Brasil, na principal avenida da cidade, e da Caixa Econômica Federal (CEF), que fica na praça central em frente à Prefeitura e à Câmara de Vereadores. Em uma ação rápida, os criminosos explodiram os caixas de uma agência e fizeram disparos de arma de fogo pela cidade, com o intuito de amedrontar os moradores. Dois moradores que passavam perto das agências foram feitos reféns. Eles conseguiram escapar no momento em que houve troca de tiros dos criminosos com policiais. Não houve registros de feridos. Os dois bancos foram isolados. A Polícia Federal e a perícia foram acionadas. Os criminosos fugiram e a caminhonete usada por eles foi encontrada abandonada. Os rastreamentos continuam para identificar e localizar os autores. Segundo a PM, os ladrões não conseguiram levar nenhuma quantia em dinheiro. Nota da Caixa Econômica "A Caixa Econômica Federal esclarece que as informações sobre eventos criminosos em suas unidades são repassadas exclusivamente às autoridades policiais. A Caixa ressalta que está contribuindo com as investigações da polícia. Informa ainda que a agência Nova Ponte deverá ficar fechada até amanhã (18) para manutenção, com previsão de reabertura na quinta-feira (19). Até lá os clientes poderão ser atendidos na Casa Lotérica Armazém Loterias e nos Correspondentes Caixa Aqui dos Supermercados Riachão e Rodrigues". Posicionamento do Banco do Brasil "Os danos causados à referida agência estão sendo apurados, não sendo possível ainda precisar o prazo de restabelecimento do seu atendimento normal. Nesse período, os clientes poderão ser atendidos na agência mais próxima (Santa Juliana), no Banco Postal, correspondentes bancários ou casas lotéricas. Os clientes do Banco do Brasil também contam com canais alternativos de autoatendimento, como o site www.bb.com.br, o app para utilização em celulares e tablets e a Central de Atendimento Banco do Brasil (CABB)". […]

  • Família tenta provar na Justiça que carioca foi preso por engano ao desembarcar no Aeroporto Galeão
    on 17 de julho de 2018 at 10:13

    Advogados afirmam que há diferença na foto do RG e no local de expedição e garantem que documento de operador de áudio foi clonado. Homem havia chegou da Irlanda com a mulher e foi levado para cadeia de Benfica. Família tenta provar inocência de homem foi preso por engano A família de um homem tenta provar na Justiça que ele foi preso por engano. O carioca Eduardo Rodrigues Nery, de 55 anos, chegava ao Brasil, depois de passar meses trabalhando no exterior, quando foi preso pela Polícia Federal ainda no Aeroporto Tom Jobim, o Galeão, no Rio. Na quarta-feira (11), a família do operador de áudio carioca recebeu a notícia de que ele havia sido preso pela Polícia Federal ao desembarcar no Galeão. Ele voltava ao país depois de cerca de um ano de uma estadia a trabalho, como torneiro mecânico, na Irlanda do Norte. Ele foi levado para a cadeia de Benfica, na Zona Norte da cidade, onde divide a cela com outros 60 presos. No aeroporto, os agentes verificaram que havia um mandado de prisão em aberto por crime de estelionato contra um homem com o mesmo nome de Eduardo. Eram idênticas também a data de nascimento e nome da mãe do homem foragido. Ele acabou sendo preso na hora e, desde então, sua família e advogados lutam para provar que houve um engano. Eles argumentam que Eduardo foi vítima de um golpe e teve os documentos clonados, sem saber. Os advogados argumentam que o mandado de prisão pelo qual Eduardo foi preso era referente a uma outra pessoa, que tinha outro número de identidade e nome do pai diferente. Além disso, o registro civil do foragido era de Minas Gerais, e não do Rio, como é o de Eduardo. Eles também acreditam que o preso foi vítima de um golpe e teve documentos falsificados. "Está comprovado que o paciente é que é a vítima dos fatos, pois não esteve em momento algum no local dos fatos. Reside no Rio de Janeiro, seu RG é RJ", afirmam os advogados Ostervaldo Coutinho Junior e Douglas dos Santos no pedido de habeas corpus protocolado. Em 2002, um homem cometeu um crime de estelionato em Governador Valadares, Minas Gerais. No ano, seguinte, foi iniciado um processo penal contra o acusado, que se tornou foragido, e decretada sua prisão preventiva. "Esse mandado de prisão foi expedido em Governador Valadares contra esse meliante. Infelizmente, esse sujeito foi preso , saiu sob fiança e desapareceiu. E o meu marido, na semana passada, ao desembarcar no aeroporto foi surpreendido com esse pesadelo, esse mandato de prisão em nome de Eduardo Rodrigues Nery, que não é o Eduardo Rodrigues Nery meu marido há 33 anos", afirmou a esposa do operador de áudio. A defesa de Eduardo pediu um habeas corpus em caráter liminar, que foi negado, na última sexta-feira (13), pela desembargadora Kárin Emmerich, da 6ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Na decisão de não libertar Eduardo, a desembargadora Kárin Emmerich considera que os documentos apresentados pela defesa do torneiro mecânico não são suficientes para comprovar um equívoco. "Desse modo, entendo necessário ouvir a autoridade apontada como coautora para elucidação de todos os fatos narrados na inicial e para a juntada de mais documentos", concluiu. A filha de Eduardo, Stephanie Nery, de 26 anos, trabalha como assistente administrativa nos Estados Unidos e acompanha o desenrolar do caso. Segundo ela, a família está muito preocupada. Neste sábado (14), ela fez um apelo emocionado nas redes sociais em busca de ajuda: “Os advogados nos dizem que a digital do meu pai não bate (com a do procurado), que a identidade não bate, e nem a foto da carteira. Minha mãe disse que ele está em uma cela com 60 presos, tratado como bandido e ele é inocente. Sou uma filha que está triste porque o pai está preso e não pode fazer nada Acho que a gente já deu provas suficientes. A partir do momento que a foto do RG não é igual, meu pai deveria ter sido liberado”, afirmou a jovem. […]

  • Mais um ônibus é incendiado na Região Metropolitana de Belo Horizonte
    on 16 de julho de 2018 at 21:52

    Um veículo da linha 5610 foi totalmente destruído pelas chamas em Vespasiano. Em uma semana, quatro ataques foram registrados na Grande BH. Ônibus é incendiado em Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte Um ônibus foi incendiado em Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na tarde desta segunda-feira (16). Este é o quarto ataque a coletivos em sete dias na Grande BH. De acordo com os bombeiros, ninguém se feriu, mas o coletivo, que é da linha 5610, foi totalmente destruído pelas chamas. O incêndio atingiu a rede elétrica e pelo menos 40 imóveis ficaram sem energia, segundo a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). Na noite deste domingo (15) em Betim, também na Região Metropolitana de Belo Horizonte, um ônibus da linha 7770 foi incendiado. De acordo com a Polícia Militar (PM), o veículo foi parado por três homens sendo que um deles estava armado. Eles obrigaram o motorista e os oito passageiros a descer. Depois, o trio espalhou combustível no veículo e ateou fogo. Na madrugada de sábado (14), um ônibus da linha 5805 (Caieiras/Estação Morro Alto) foi incendiado na MG-010, em Vespasiano. De acordo com a Polícia Militar (PM), homens obrigaram o motorista e passageiros a desembarcarem do veículo. Eles lançaram um líquido inflamável no ônibus e atearam fogo. Um bilhete foi deixado com o motorista. Nele, os bandidos denunciam maus tratos na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Na última segunda-feira (9), um coletivo foi incendiado no bairro Jardim dos Comerciários, na Região de Venda Nova, em Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar, um homem de 20 anos e um adolescente de 17 obrigaram o motorista e passageiros a sair do veículo da linha 635 (Estação Vilarinho/Jardim dos Comerciários) e atearam fogo. […]

  • Triângulo é a região de MG que registrou o maior crescimento no número de abertura de empresas em 2018
    on 16 de julho de 2018 at 21:11

    Conforme a Junta Comercial do Estado de Minas Gerais, 1.843 novas empresas foram registradas até maio em 30 cidades. A maioria delas foi em Uberlândia. Restaurantes estão entre os tipos de empresas mais abertas em Minas Gerais Divulgação O número de empresas abertas em Minas Gerais nos primeiros cinco meses deste ano chega a quase 20 mil. De acordo com o levantamento da Junta Comercial do Estado de Minas Gerais (Jucemg), o maior crescimento do Estado em relação a novos empreendimentos ocorreu no Triângulo Mineiro. Conforme a pesquisa, 1.843 novas empresas foram registradas até maio em 30 cidades da região denominada pelo governo, como Triângulo Norte. As cidades que compõem o Triângulo Norte e que juntas registraram o maior crescimento em relação a novos empreendedores em Minas Gerais são: Araguari, Cascalho Rico, Indianópolis, Tupaciguara, Araporã, Monte Alegre de Minas, Prata, Nova Ponte, Patrocínio, Monte Carmelo, Coromandel, Abadia dos Dourados, Douradoquara, Grupiara, Estrela do Sul, Romaria, Iraí de Minas, Ituiutaba, Campina Verde, Santa Vitória, Gurinhatã, Ipiaçu, Capinópolis, Cachoeira Dourada, Canápolis, Cruzeiro da Fortaleza, Centralina, Serra do Salitre e Uberlândia. Loja de roupas também é aposta para quem deseja abrir uma nova empresa Icaro Pimenta/ VMX Importados A região registrou 35% a mais em número de abertura de empresas que o mesmo período do ano passado. A maioria delas foi criada na maior cidade do Triângulo, Uberlândia. Veja abaixo os municípios que mais receberam empresas até junho de 2018 na região: Novas empresas no Triângulo Mineiro Segundo o levantamento da Jucemg, existem 710.183 empresas ativas distribuídas entre comércio (303.383), indústria (76.636) e serviços (330.164) nos 17 territórios de desenvolvimento de Minas Gerais. No panorama dos principais segmentos abertos no Estado, os destaques foram para o comércio, por meio de restaurantes e lojas de vestuário. MEIs De acordo com o Portal do Empreendedor, Minas Gerais tem 811.107 microempreendedores individuais (MEIs). O MEI foi criado em 2009 pelo Governo Federal e tem o registro simplificado para legalizar autônomos. Para se um MEI o empreendedor pode faturar até R$ 81.000,00 ao ano. Caso ultrapasse esse valor, passará à condição de microempresa. Empreendedor precisa realizar plano de negócio anrtes de abrir uma empresa Divulgação Quero abrir uma empresa, e agora ? Para quem interesse em abrir uma empresa o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) orienta que é preciso elaborar um plano de negócio, ter um público-alvo e estratégias de marketing e de divulgação bem definidas. Além disso, é necessário, ainda, formalizar o negócio. Confira dicas do Sebrae para quem tem interesse de ter seu próprio negócio: 1) Estabeleça o foco do negócio e o público-alvo O empreendedor precisa definir o que vai vender ou oferecer, para quem e para suprir qual necessidade. Nessa etapa, é interessante fazer uma pesquisa de mercado e fazer um estudo da concorrência e dos valores. 2) Elabore um plano de negócio Antes de começar um negócio é necessário também fazer um planejamento, para só depois colocar a ideia em prática. Ainda de acordo com o Sebrae, ao elaborar um plano de negócio, o empreendedor minimiza riscos de quem quer montar o comércio eletrônico. Nessa fase, é necessário colocar no papel as ideias elaboradas na etapa anterior, além de dados financeiros e forma como chegará aos resultados. Este processo é necessário levantar informações sobre o mercado, público-alvo, a disponibilidade financeira, o quanto vai gastar para abrir o negócio. O Sebrae disponibiliza dicas de como montar um plano de negócio. 3) Abra a empresa Para quem está começando e fatura até R$ 81 mil ao ano, os especialistas indicam o registro como Microempreendedor Individual (MEI). Nesse caso, é possível fazer o cadastro pela internet, na página do programa, que é www.portaldoempreendedor.gov.br. O MEI é enquadrado no Simples Nacional e fica isento dos tributos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL). Para quem fatura acima de R$ 81 mil ao ano, o passo a passo da abertura é o mesmo de uma empresa tradicional e inclui registro na Junta Comercial, na Receita Federal (para ter o CNPJ), na prefeitura e na Secretaria Estadual da Fazenda, de acordo com o Sebrae. Ao criar uma marca, os especialistas recomendam, também, o registro no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi), para que ela não seja utilizada ou copiada. É necessário checar antes se a marca escolhida já não é usada por outra empresa. 4) Invista em marketing e divulgação De acordo com o especialistas do Sebrae, o investimento precisa ser feito de acordo com o público-alvo. Depois do investimento, é necessário acompanhar o resultado e conforme o negócio for crescendo, o empreendedor terá, ainda, que investir em uma estratégia para crescimento orgânico, sem precisar gastar tanto dinheiro para atrair visitantes. […]

  • ONG Ação Moradia abre inscrições para cursos profissionalizantes gratuitos em Uberlândia
    on 16 de julho de 2018 at 19:46

    Interessados têm até 20 de julho. O início das aulas está previso para o dia 23. Instituições abrem inscrições para cursos gratuitos em Uberlândia Facebook/Divulgação A ONG Ação Moradia em Uberlândia está com inscrições abertas para cursos profissionais gratuitos para o próximo semestre. Os interessados em se capacitar para o mercado de trabalho devem se inscrever até o dia 20 de julho. As aulas começam no dia 23. São 14 cursos, entre eles, cabelereiro básico e intermediário, design de sobrancelha, maquiagem, depilação, manicure e pedicure, massagem corporal e drenagem, barbearia, artesanato, informática, bordado em pedraria, artesanato, bordado em chinelo horta orgânica. Ao todo, são 40 vagas disponíveis para os cursos que têm duração de cinco meses com emissão de certificado para maiores de 16 anos. Os cursos de inglês e informática são oferecidos para alunos a partir de 12 anos. Os interessados devem ir até a Rua Canoas, nº181, no Bairro Morumbi, com documentos pessoais, comprovante de endereço, Número de Identificação Social (NIS), declaração de escolaridade dos filhos e cartão de vacinação. Mais informações podem ser obtidas pelo (34) 3226-6558. ONG Ação Moradia oferece curso de horta orgânica em Uberlândia Facebook/Divulgação […]

  • Sine de Uberlândia não terá atendimentos nesta semana
    on 16 de julho de 2018 at 18:54

    Motivo é o treinamento que será oferecido aos funcionários da instituição. O atendimento volta ao normal na próxima segunda-feira (23). Sine de Uberlândia volta a funcionar normalmente na próxima segunda (23) Reprodução/TV Integração O Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Uberlândia não terá atendimentos nesta semana. O motivo é um treinamento oferecido aos funcionários da instituição. O atendimento volta na próxima segunda-feira (23). O treinamento tem o intuito de aprimorar o atendimento na unidade e oferecer ao cidadão maior eficiência na prestação dos serviços. O Sine fica na Avenida Nicomedes Alves dos Santos, nº 136, no Centro da Cidade. […]

  • Cantor Luciano adota cão após show em MG, mas suposta dona aparece e diz que o quer de volta
    on 16 de julho de 2018 at 16:42

    Da dupla sertaneja com Zezé di Camargo, o artista encontrou o cachorro na porta de um hotel em Abaeté e o levou embora. Fãs fazem campanha no Instagram para que ele permaneça com o animal; possível dona já falou com a assessoria do cantor. Hotel postou uma foto do cantor com o cachorro Reprodução/Facebook Um cão adotado neste fim de semana pelo sertanejo Luciano, que faz dupla com o irmão Zezé Di Camargo, tem gerado repercussão nas redes sociais. Isso porque o cantor pegou o animalzinho na porta de um hotel que estava hospedado em Abaeté (MG) e levou embora, mas depois de a imagem ter parado na internet, a dona apareceu e o quer de volta. "Quando eu vejo um cachorro na rua, a primeira coisa que olho é o focinho e as orelhas do animal. Se o focinho estiver machucado, grosso, é um focinho calejado de procurar comida no lixo. E esse animal estava assim, com caractéristicas de um animal de rua, apesar de não ser", contou Luciano ao G1 sobre a decisão que tomou de levar o cão pra casa. A primeira postagem da atitude de Luciano foi postada pelo hotel em que o artista ficou hospedado para um show. No perfil pessoal do cantor no Instragram também houve uma publicação referente à adoção, contudo, esta foi apagada horas depois. Ele explicou em outra divulgação que removeu a imagem porque a suposta dona do animal tomou conhecimento da adoção e pediu o bicho de volta. Além de apagar a postagem, Luciano disse que vai devolver o cachorro, mesmo depois do pedido de fãs e de uma ONG de proteção aos animais de Abaeté para que ele ficasse com o animal. Em entrevista ao G1, o cantor disse que o animal deverá retornar a cidade ainda nessa semana. A reportagem também procurou a possível proprietária do cachorro e enviou mensagem via Facebook, mas a publicação desta reportagem ela ainda não havia se manifestado. Initial plugin text Adoção Logo que chegou ao hotel em que ficou hospedado, na noite de sábado (14), o cantor foi filmado por funcionários do local brincando com o cão. O vídeo foi postado na página do estabelecimento no Facebook. O cantor estava na cidade para uma apresentação na festa de rodeio do município e, após o show, retornou ao hotel e viu que o animal permanecia na porta. Sensiblizado, Luciano disse no Instragram que viu o animal debaixo de um carro se escondendo do frio, em seguida perguntou às pessoas se tinha tinha dono e, após dizerem que não, ele tomou a iniciativa de adotá-lo. Fez uma foto do cãozinho e postou seguido dos dizeres: “Não aguentei... To Levando para casa”. "Levei ao veterinário e já passamos remédio. O veterinário me pediu que esperasse até essa segunda-feira (16) para dar o primeiro banho e assim tirar os carrapatos dele", disse ao G1. Mas a adoção parece que não vai durar muito tempo, pois a possível dona do animal apareceu e o quer de volta. Segundo Luciano, uma pessoa comentou na foto que ele havia postado o nome da suposta dona. Em seguida, a assessora dele viu e mostrou pra ele. O cantor então pediu que tentassem localizá-la e a possível dona afirmou que o cachorro era dela. De acordo com Luciano, ela comentou que o cachorro tem costume de sair de casa, mas que depois volta e chegou a contar o nome dele. "Quando estiver em casa vou chamá-lo pelo nome e ver se me vai atender. Vou também tirar fotos e pedir que minha assessora envie para ela. Com certeza, sendo dela o cachorro, deve estar com saudade do animalzinho", acrescentou. O sertanejo disse que não iria dizer o nome do cachorro até para ter certeza de que é ele mesmo. E apesar da possibilidade de devolvê-lo, Luciano afirma que está se sentindo bem com o desfecho da situação. "Até quarta-feira (18), no mais tardar quinta-feira (19) eu vou devolvê-lo. Me senti aliviado em saber que o bichinho, embora com todas as caractéristicas de um cahorro abandonado, ele não era. Fiquei feliz. São caminhos que a vida nos leva e a proprietária estava desesperada atrás do animal", concluiu. Repercussão nas redes sociais O assunto, no entanto, continua repercutindo na página do cantor no Instagram. Em outra postagem em que agradece a cidade os fãs voltaram a falar do cão adotado. O cantor, inclusive, justificou ao responder uma fã que pediu notícias do cahorro o motivo de ter apagado a postagem. Luciano chegou a dizer que encontrou o animal "desnutrido, cheio de carrapatos e doente". "Meu anjo, tirei o post porque apareceu uma pessoa dizendo que o cachorro era dela... bom antes de resgatar qualquer cachorro eu sempre procuro se alguém é dono.... do jeito que ele esta..desnutrido, cheio de carrapatos e doente.... aquele animal tem tudo, menos dono... mas até semana que vem devolvo para a suposta dona", disse. Luciano explicou o motivo de ter apagado a postagem sobre a adoção do cão Reprodução/Intagram O perfil de uma ONG de proteção aos animais de Abaeté, Socorro Bichos, postou uma mensagem na foto. A publicação afirma que o cachorro é sempre visto nas ruas e pede que o cantor siga com o cachorro. "Somos da ONG Proteção Animal de Abaeté! Este cãozinho é visto nas ruas sempre! Um dono deveria cuidar bem do seu cãozinho. Ontem naquele frio, não deveria estar na rua! Nossa ONG proteção animal de Abaeté pede encarecidamente que a suposta dona deixe o cãozinho ser feliz ao lado destas celebridades de bom coração! O cãozinho merece um lar digno, já passou até por veterinário! Vejam que bênção! Somos a favor de que o cãozinho fique com Zezé e Luciano! A rua não é lugar de cachorro que tem dono! Só se for na guia!", publicou a ONG. A diretora da ONG Socorro Bichos de Abaeté, Rosilane Aparecida de Castro, disse que o cachorro adotado pelo cantor ficava nas ruas e que as pessoas tiravam fotos dele na porta de restaurantes. Porém, Rosilane informou que não sabiam se ele tinha dono. “Ele é um animal que estava razoavelmente saudável, mas até o nosso conhecimento vivia nas ruas”, afirmou. ONG da cidade comentou pedindo que ele não devolvesse o cachorro Reprodução/Instagram “Muitas pessoas postavam que o viam sempre na rua. A gente acha que a proprietária deveria deixar ele com o Luciano porque ele vai cuidar, não é o primeiro cachorro que ele adota. Vemos demais essa situação da pessoa ter cachorro e deixar pelas ruas, isso é complicado. Ele é um animal idoso, tem oito anos de idade. Queríamos que o Luciano ficasse com ele, mas sabemos que é difícil e isso pode trazer problemas para ele”, lamentou a diretora da ONG que é composta por quatro voluntários. O cantor, porém, respondeu a organização e reforçou que entrou em contato com a dona e que não quer correr riscos de ser processado por ter adotado um cachorro que tem dono. Caso ela não apareça, vai deixá-lo novamente na porta do hotel. "Não posso correr o risco de alguém vir amanhã com processo alegando que peguei um animal que tem dono... se a dona não responder os nossos chamados, vou enviar para a cidade e deixá-lo como encontrei.... na porta do hotel", comentou Luciano. Luciano, postagrem, Instagram, adota, cachorro, Abaeté Reprodução/Facebook Fãs do cantor, no entanto, pediram para que ele continuasse com o cão e criaram até uma campanha nos comentários da postagem com a #LucianoFicaComOBaete, nome dado pelo cantor ao cachorro. * Atualização: Na tarde desta terça-feira (17) o cantor Luciano postou nova foto dando um beijo no cachorro que ele encontrou no hotel se despedindo dele, pois já devolveu para a dona. Após adotar cão em Minas Gerais, cantor Luciano envia animal de volta a suposta dona Reprodução/Instagram “Deus escolhe formas de encontros que são mistérios pra gente. Encontrei ele na porta de um hotel na cidade que fomos fazer show. Aos meus olhos, ele tinha todas as características de um cão abandonado, mas não, estava apenas perdido...Graças às redes sociais, Gabi, a verdadeira dona dele viu e nos procurou. Daí, foi uma correria pra enviá-lo de volta pra casa e ficar junto da família que o ama. Eu já estou com saudades mas, Gabi, fiquei muito feliz em ser o elo de reencontro de vocês”, escreveu o cantor. A assessoria do cantor informou ao G1 que a dupla 'Zezé di Camargo e Luciano' voltará a se apresentar na região nos próximos dias e que o cantor pretende visitar o cachorro. […]

  • Acidente envolvendo carretas, ônibus e carros deixa mortos e feridos na BR-251, em Francisco Sá; carreta parada pode ter provocado colisões
    on 16 de julho de 2018 at 12:39

    Acidente envolveu cinco carros de passeio, um ônibus e cinco carretas; rodovia está interditada nos dois sentidos, segundo a PRF. Oito pessoas morreram em um acidente envolvendo 11 veículos na BR-251, em Francisco Sá, na manhã desta segunda-feira (16). Segundo a Polícia Rodoviária Federal, cinco carros de passeio, um ônibus e cinco carretas se envolveram em um engavetamento; o acidente ocorreu na descida de uma serra. Segundo o Hospital de Francisco Sá, 64 feridos foram atendidos pela unidade. Deste total, seis pessoas foram transferidas para o Hospital Santa Casa de Montes Claros. Entre elas, um homem de 25 anos que sofreu queimaduras de terceiro grau, e foi transferido de helicóptero. Segundo a assessoria do hospital, o paciente respira com a ajuda de aparelhos; o homem teve cerca de 90% do corpo queimado e deverá passar por cirurgia ainda na tarde desta segunda-feira. As demais vítimas chegaram a Montes Claros estáveis, incluindo uma criança de cinco anos que inalou fumaça. Veículos pegaram fogo após a colisão na BR-251 Ana Claudia Mendes/ Inter TV Ainda de acordo com a PRF, das oito mortes, seis vítimas foram carbonizadas. A rodovia permanece interditada nos dois sentidos. Equipes do Samu, Corpo de Bombeiros e um helicóptero da Polícia Militar atuaram no resgate das vítimas. Os corpos dos mortos no acidente foram levados ao IML de Montes claros Segundo o Corpo de Bombeiros, dois caminhões serão removidos até o início da noite, e podem surgir mais vítimas fatais carbonizadas. Dinâmica do acidente Segundo a Polícia Rodoviária Federal, uma das carretas que pegou fogo, carregada com sal, estava parada no acostamento da via com problemas mecânicos. O motorista do ônibus envolvido no acidente viu a carreta e reduziu a velocidade, o que formou uma pequena fila de veículos parados na via, entre carros de passeio, uma carreta e um carro de serviço de saúde, com seis ocupantes. Ainda de acordo com a PRF, uma terceira carreta, carregada com melões, não viu que os veículos estavam parados na rodovia e não conseguiu frear a tempo, atingindo a traseira do carro do serviço de saúde, que foi arremessado em chamas para fora da pista; os seis ocupantes morreram carbonizados. A carreta de melões seguiu atingindo os demais veículos parados e também alguns que vinham no sentido contrário, deixando mais dois mortos no local; o corpo do motorista ainda não foi encontrado. O motorista do ônibus afirma que a carreta parada no acostamento da via estava no local desde a noite desse domingo (15). Ele diz que a situação gerou riscos e contribuiu no acidente, já que os veículos precisavam desviar da carreta parada. "Tinha uma carreta quebrada desde de ontem. Quando passei aqui ontem já tinha visto ela. Vindo agora pela manhã, já desci na segurança, desde lá de cima liguei o pista alerta do veículo. Parou dois carros atrás de mim. A carreta causadora do acidente, eu vi que ela não ia parar. Quando vi que ela ia envolver no acidente, eu já comecei a deslocar o ônibus. Ela já bateu, explodindo e empurrando todo mundo pra frente", diz Sandro Alves. Segundo a PRF, as causas do acidente seguem sendo apuradas, mas a carreta parada pode ter realmente contribuído na colisão dos veículos. Segundo os policiais, o veículo estava no acostamento, mas pegava uma parte da rodovia. "Foi horrível a cena que eu vi. Foi Deus que nos abençoou e que nos tirou daquela situação trágica", lembra o motorista Sandro Alves. Acidente na BR-251 envolvendo 11 veículos deixa 8 mortos e mais de sessenta feridos Alexandre Mauro/ G1 Risco recorrente A BR-251 é uma das mais importantes ligações rodoviárias e de escoamento de produtos do país. A rodovia convive com constantes acidentes, especialmente no trecho entre Montes Claros e Salinas, onde o asfalto apresenta falhas, poucas áreas de escape e pista simples, em boa parte do percurso. Em janeiro deste ano treze pessoas morreram e 39 ficaram feridas, após um caminhão invadir a contramão de diração e atingir um micro-ônibus que estava na direção oposta. Uma van e uma carreta acabaram sendo também atingidas pelo caminhão. Em março, um acidente na mesma BR deixou três pessoas mortas e cinco gravemente feridas após um carro de passeio ser atingido por uma carreta carregada de bobinas de aço. O condutor da carreta havia ingerido bebida alcoólica. […]

  • Suposto líder de organização criminosa em MG é preso em Guarapari, no ES
    on 15 de julho de 2018 at 18:51

    Homem responde pelo crime de homicídio em Minas Gerais e era foragido da Justiça. Foragido que responde pelo crime de homicídio em Minas Gerais é preso em Guarapari, no ES Divulgação / Polícia Civil Um homem apontado pela polícia como líder de uma organização criminosa em Minas Gerais foi preso em Guarapari, no Espírito Santo, neste sábado (14). Segundo a Polícia Civil capixaba, Sérgio Henrique Pereira Lourenço era foragido da Justiça pelo crime de homicídio. Ele foi preso durante uma operação conjunta com a polícia mineira e vai ser levado de volta para o estado. De acordo com o Banco Nacional de Mandados de Prisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Sérgio Henrique Lourenço era pedreiro e foi condenado a 29 anos de prisão. […]

  • Mulher é presa com 'potes de maconha' na BR-459, na saída de Pouso Alegre para Borda da Mata, MG
    on 15 de julho de 2018 at 16:32

    Mulher disse à polícia que droga seria levada para festa rave em Bueno Brandão. Mulher é presa com 'potes de maconha' na BR-459 Uma mulher foi presa na noite deste sábado (14) na BR-459, na saída de Pouso Alegre (MG) para Borda da Mata (MG), por suspeita de tráfico de drogas. Com ela, a Polícia Militar Rodoviária encontrou três potes de vidro com maconha dentro. Já na casa dela, foram encontrados posteriormente mais 23 potes com a droga dentro e outros 30 pés de maconha. Conforme a polícia, a mulher disse que iria para uma rave em Bueno Brandão (MG). A droga foi encontrada no carro dela com a ajuda de cães farejadores. Como ela se negou a informar o endereço de onde morava em Pouso Alegre, a polícia encontrou o local através do CPF da suspeita na conta de água. Após a apreensão na casa dela, todo o material e a suspeita foram levados para a delegacia em Pouso Alegre. A mulher foi transferida depois para o presídio da cidade. Mulher disse que a droga seria levada para festa rave em Bueno Brandão Polícia Civil Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas […]

  • Vítimas de acidente aéreo são identificadas em Bom Despacho, MG
    on 15 de julho de 2018 at 14:56

    Equipes do Seripa III chegaram neste domingo para investigar as causas do acidente. Avião cai e deixa dois mortos em Bom Despacho, no interior de Minas Acervo Pessoal/Wagner Assis Foi confirmada a identidade das duas vítimas da queda de um avião neste sábado (14) em Bom Despacho (MG). Segundo o Corpo de Bombeiros, morreram o piloto da aeronave, Leonardo Graugott, de 37 anos, e Eryan Raphael Monteiro, de 18. Apenas os dois estavam no monomotor, de prefixo PR-ZTE. Eles, que eram de Betim, na região metropolitana do estado, haviam decolado de Pará de Minas (MG). As equipes do Terceiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa III) chegaram neste domingo (15) à cidade para investigar as causas do acidente. O local permanecerá isolado até o fim do trabalho dos peritos, que vêm do Rio de Janeiro. A equipe realiza a Ação Inicial da ocorrência, que corresponde ao começo do processo de investigação e tem o objetivo de coletar dados, fotografar cenas, retirar partes da aeronave para análise, reunir documentos e ouvir relatos de pessoas que possam ter observado a sequência de eventos. Ainda segundo a assessoria do órgão, a investigação tem o objetivo de prevenir novos acidentes com as mesmas características. A Polícia Civil, que também investiga o caso, informou que o laudo pericial deve sair em até 30 dias. O avião caiu em uma reserva ambiental ao lado do aeroporto onde acontecia um evento de manobras aéreas. Em entrevista ao G1, o presidente da Associação de Pilotos e Proprietários de Aeronaves de Bom Despacho (APPABD), Márcio Jardim, negou que as duas vítimas participavam do festival. Entretanto, testemunhas afirmaram ao Corpo de Bombeiros que a aeronave fazia manobras antes de cair na mata. Avião cai e deixa mortos em Bom Despacho Divulgação/Corpo de Bombeiros Evento era irregular Procurado pela equipe de reportagem do MGTV, o tenente Thales Gustavo, comandante do 3º Pelotão dos Bombeiros em Nova Serrana, afirmou que o evento Aerofest não tinha autorização do batalhão da cidade para acontecer. Segundo ele, os organizadores pediram a aprovação do projeto do festival, mas ela foi negada pelos militares, porque a documentação estava inadequada. Apesar disso, o tenente ficou sabendo que durante o dia houve um movimento fora do comum de aeronaves no local. O presidente da APPABD disse ao G1, por telefone, que o evento deu lugar a uma "reunião de amigos" e reforçou que o piloto da aeronave que caiu não estava no local com eles. Outro acidente Em 2013, a queda de um avião monomotor deixou uma pessoa morta na cidade. Aeronave cai e deixa mortos em Bom Despacho, MG Alexandre Mauro/G1 Aeronave cai e deixa mortos em Bom Despacho […]

  • Aeronave cai e deixa mortos em Bom Despacho, MG
    on 14 de julho de 2018 at 20:51

    Duas pessoas morreram carbonizadas. Há suspeita de que vítimas participariam de Aerofest, evento que segundo os bombeiros não tinha autorização para ser realizado na cidade; organizador nega informação. Avião cai e deixa mortos em Bom Despacho Acervo Pessoal/Wagner Assis Duas pessoas morreram com a queda de uma aeronave na tarde deste sábado (14) em Bom Despacho. Segundo informações da Polícia Civil, a perícia foi acionada e constatou que as vítimas estavam carbonizadas. Em entrevista ao MGTV, o sargento João Paulo afirmou que populares contaram aos militares que a aeronave decolou em Pará de Minas e que as vítimas eram de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. Contudo, ainda não foi possível confirmar oficialmente a identidade do piloto e do copiloto da aeronave, nem o prefixo. Aeronave cai e deixa mortos em Bom Despacho De acordo com a polícia, a região onde a aeronave de pequeno porte caiu é uma reserva ambiental e fica ao lado do aeroporto da cidade. Peritos da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) de Belo Horizonte estão à caminho do local do acidente para apurar as causas. “O avião caiu numa área de cerrado, de vegetação mais fechada. Não foi possível acessar com um caminhão. Então, fizemos o combate do incêndio com mochilas e extintores”, contou o sargento João Paulo do Corpo de Bombeiros. Por telefone, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) informou ao G1 que foi notificado e que enviará uma equipe do Terceiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa III), órgão regional do Centro. Piloto e copiloto morreram carbonizados, segundo Polícia Civil Divulgação/Corpo de Bombeiros Procurado pelo G1, o presidente da Associação de Pilotos e Proprietários de Aeronaves de Bom Despacho (APPABD), Márcio Jardim, que relizaria nesta tarde um Aerofest, afirmou que o avião não participava do evento. Contudo, o Corpo de Bombeiros informou que populares relataram que a aeronave fazia manobras antes de cair na mata. Evento irregular Procurado pela equipe do MGTV, o tenente Thales Gustavo, comandante do 3º Pelotão dos Bombeiros em Nova Serrana, afirmou que o evento Aerofest não tinha autorização do batalhão da cidade para acontecer. Segundo ele, os organizadores deram entrada no projeto para a realização, mas não houve aprovação dos militares porque a documentação apresentada não era adequada. Apesar disso, o tenente ficou sabendo que durante o dia houve um movimento fora do comum de aeronaves no local. O presidente da APPABD disse ao G1, por telefone, que o evento deu lugar a uma "reunião de amigos" e reforçou que o piloto da aeronave que caiu não estava no local com eles. Outro acidente Em 2013, a queda de um avião monomotor deixou uma pessoa morta na cidade. Aeronave cai e deixa mortos em Bom Despacho, MG Alexandre Mauro/G1 […]

  • Presidente do STF dá 30 dias para que investigação sobre Aécio seja concluída
    on 14 de julho de 2018 at 16:09

    PF e PGR pediram 60 dias. Ministra deu 30 'para evitar dilações processuais'. Senador é investigado por ter recebido R$ 50 milhões de forma supostamente ilícita. Defesa diz que doações foram legais. O senador Aécio Neves (PSDB-MG), em foto de novembro de 2017 Waldemir Barreto/Agência Senado/Arquivo A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, deu mais 30 dias para conclusão de uma das investigações sobre o senador Aécio Neves (PSDB-MG) na Operação Lava Jato, com base nas delações da Odebrecht. No inquérito, o senador é investigado por ter supostamente recebido R$ 30 milhões da Odebrecht para influenciar o andamento dos projetos hidrelétricos do Rio Madeira – as usinas de Santo Antônio e Jirau. Conforme o inquérito, a Andrade Gutierrez teria dado mais R$ 20 milhões, totalizando R$ 50 milhões em supostas vantagens indevidas. Em nota, o advogado de Aécio, Alberto Zacharias Toron, afirmou que a conclusão da investigação "demonstrará que não houve nenhum ato irregular" praticado pelo senador (leia a íntegra ao final desta reportagem). Quando o inquérito foi aberto, no ano passado, a assessoria do parlamentar afirmou que os delatores foram "unânimes" ao dizer que as doações "não envolveram nenhum tipo de relação ilícita, propina ou contrapartidas". Polícia Federal e Procuradoria Geral da República (PGR) pediram 60 dias de prazo para realização de coletas de depoimentos e provas pendentes, como a realização de perícia no sistema de contabilidade paralela da Odebrecht. A presidente do STF, no entanto, considerou que a investigação deve ser concluída em 30 dias "para evitar dilações processuais indevidas". "O direito ao processo penal sem procrastinação é da vítima, do réu e da sociedade. Pelo exposto, para evitar dilações processuais indevidas, defiro o prazo de trinta dias para a conclusão das investigações", afirmou Cármen Lúcia na decisão assinada na última quarta-feira (11) e lançada no sistema do STF nesta sexta (13). Marcelo Odebrecht afirma que pagou pelo menos R$ 50 milhões ao grupo de Aécio Neves De acordo com a PGR, diversos elementos foram juntados ao inquérito desde a abertura da investigação, como registros de entrada e saída das empresas e depoimentos de funcionários da Andrade. O próprio senador e aliados dele foram ouvidos. Segundo a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, "ainda restam diligências pendentes, o que justifica a necessidade de prorrogação de prazo para a conclusão desta investigação". Ao autorizar a prorrogação da investigação por um mês, Cármen Lúcia determinou que, após a conclusão do novo prazo, o inquérito seja encaminhado ao relator, ministro Luiz Edson Fachin, responsável pela Operação Lava Jato no STF. Embora Fachin seja o relator, a decisão sobre a prorrogação foi de Cármen Lúcia porque o parecer da PGR chegou às vésperas do recesso de julho e ela é a ministra de plantão no tribunal. Nota Leia abaixo a íntegra de nota divulgada pela defesa do senador Aécio Neves. Nota da defesa do senador Aécio Neves Trata-se de ato rotineiro que já era aguardado. A obra em questão foi realizada em Rondônia pelo governo federal, sem qualquer participação do Governo de Minas. A defesa confia que a conclusão da investigação demonstrará que não houve nenhum ato irregular praticado pelo Senador Aécio. Alberto Zacharias Toron Advogado […]

  • BR-267 em Juiz de Fora é liberada após incêndio que destruiu ônibus que transportava estudantes
    on 14 de julho de 2018 at 14:10

    De acordo com a PRF, não houve feridos; veículo está no acostamento da pista. Prefeitura de Mar de Espanha, responsável pelo ônibus, divulgou nota sobre o acidente. Bombeiros levaram cerca de 1h para controlar o incêndio que destruiu ônibus que transportava universitários de Mar de Espanha para Juiz de Fora Corpo de Bombeiros/Divulgação Um incêndio destruiu um ônibus na BR-267 que transportava 20 estudantes de Mar de Espanha para Juiz de Fora na noite de sexta-feira (13). Por causa da ocorrência, houve outro acidente entre duas carretas. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), não houve feridos e o tráfego já está normalizado no Km 85, em Juiz de Fora. O ônibus permanece no acostamento. A Prefeitura de Mar de Espanha divulgou uma nota em um perfil de rede social destacando que um curto-circuito causou as chamas, que ninguém se feriu e que todos os veículos da frota estavam com a manutenção em dia. (Confira a íntegra da nota abaixo) Ônibus ficou completamente destruído após pegar fogo na BR-267 em Juiz de Fora Reprodução/TV Integração De acordo com apuração do MGTV, o motorista contou que viu o fogo no motor pelo retrovisor e em seguida parou o ônibus no acostamento para que os passageiros desembarcassem. Antes da chegada da equipe do Corpo de Bombeiros, os motoristas que passavam na rodovia ajudaram a combater o fogo. Segundo o subtenente Paulo Santos, foi feito um trabalho em duas frentes. "O ônibus tinha muito material inflamável e muito combustível para deslocamento de uma cidade para outra - cerca de 300 litro. Por isso a chama se propagou. Demoramos cerca de 1h para combater as chamas", disse o bombeiro militar. Do ônibus só sobrou a carcaça. Outro acidente Por causa do acidente, uma carreta que seguia para Juiz de Fora bateu na traseira de outra no Km 87. O trânsito ficou lento e houve engarrafamento até a conclusão dos trabalhos. Confira a íntegra da nota da Prefeitura de Mar de Espanha: "Apesar da fatalidade ocorrida com incêndio de um dos nossos ônibus do Programa Bolsa Graduação, vale ressaltar que, graças a Deus, não houve vitimas. O que ocorreu foi um curto circuito na parte elétrica do veículo e que foi rapidamente percebida pelo motorista que, com toda sua experiência, logo estacionou o veículo no acostamento, retirou todos os alunos, os colocou em um lugar seguro e, com a ajuda de várias outras pessoas que passavam no momento, tentou apagar o fogo, infelizmente sem êxito, devido ao material altamente inflamável que é próprio de transportes assim. Mas, apesar do ocorrido, estamos gratos e felizes por não termos tido vítimas, afinal, bens materiais adquirimos outros, assim como viemos adquirindo toda nossa frota durante estes 6 anos de sucesso do Bolsa Graduação. Fica aqui nossos agradecimentos a todos os que pararam para nos prestar ajuda, ao nosso motorista pela experiência, serenidade e rapidez em suas ações e nossa solidariedade às famílias de todos os alunos e aos alunos. Vale enfatizar que todos os veículos estavam com a manutenção em dia e que como dissemos, fatalidade acontecem, mas o que importa são as vidas." Prefeitura de Mar de Espanha divulgou nota sobre incêndio em ônibus na BR-267 em Juiz de Fora Reprodução/Facebook […]